Menu

sábado, 20 de outubro de 2018

Perigos e vantagens do consumo do Sal de Cozinha

15-junho-2017 Dr. Geraldo Carlos

O sal é um composto mineral, constituído, dentre outros compostos, cloreto de sódio. Estes elementos, desempenham importantes funções no organismo, como destacamos: o Sódio auxilia na condução de impulsos nervosos, no controle da contração muscular, bem como é fundamental para a regulação de líquido extracelular no corpo humano. Destacamos ainda que é parte importante da formação do esqueleto constituindo cerca de 30 a 40% da massa total. A OMS (Organização Mundial de Saúde), recomenda a ingestão diária de 2g de sódio por dia, isso corresponde a cerca de 5g de sal (cloreto de sódio), que se quantifica em um pouco menos que uma colher de sobremesa.

O cloreto por sua vez, é um íon carregado negativamente  no corpo, tendo sua importância na formação dos principais fluidos corporais como por exemplo, quando combinado com o hidrogênio, forma o Ácido Clorídrico, que por sua vez é vital para atuar junto com enzimas no estômago, para digestão de proteínas, além de atuar  na absorção de vitamina B12. O referido íon representa  cerca de 0,15% do peso corporal. Para isso, é sugerida uma ingestão de 750 a 900mg/dia.

Ressaltamos ainda que no Brasil, uma lei de 1950 determina a adição de Iodo ao sal de cozinha com o objetivo de prevenir o Hipotireoidismo (doença caracterizada pela disfunção na tireoide).

O grande problema está no EXCESSO. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o brasileiro ingere cerca de 12 gramas de sal por dia, o que representa mais que o dobro da quantidade recomendada, tal hábito tem acarretado crescentes índices de hipertensão arterial sistêmica. Indivíduos hipertensos, estão mais propensos a serem acometidos por infarto do coração, acidente vascular encefálico (AVE), insuficiência renal além de outros eventos danosos à saúde .

É importante salientar que maior parte do sal ingerido, está nos enlatados (inclusive o leite em caixa) maioneses, refrigerantes, dentre outros, estes possuem o sódio como principal conservante. Por isso é tão comum ouvirmos no consultório, pacientes que mesmo tomando os medicamentos prescritos, afirmando que não ingerem sal, ainda permanecem com os índices pressóricos elevados. Contudo quando se investiga, estes  relatam a ingesta de enlatados com frequência.

Como medida importante para atenuar o sabor dos alimentos sem exagerar no sal, destacamos o acréscimo de ervas como salsinha, pimentão verde, cebolinha e orégano. Além disso o limão, este além de rico em vitamina C, promove uma melhora considerável no gosto da carne por exemplo, tornando-a mais saborosa.

Portanto, alimente-se com equilíbrio, pratique atividade física com regularidade, viva perto de pessoas que praticam o bem, consulte seu médico periodicamente e viva feliz.

GERALDO CARLOS SOARES ALVES - MÉDICO

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.