Menu

sábado, 23 de março de 2019

Delany estreia com vitória e admite torcer pelo rival Esporte para levar o Naça ao mata-mata

01-março-2019 Esporte

Estreia com vitória. O primeiro desafio do Nacional de Patos sob o comando de Delany Nóbrega foi vitória fora de casa. No Estádio Amigão, o Canário do Sertão derrotou a Perilima por 3 a 1 e se manteve firme na luta por uma vaga nas semifinais do Campeonato Paraibano. O triunfo deixou o time patoense a um ponto do Sousa, que é o segundo colocado do Grupo A, mas ainda tem um jogo a fazer pela oitava rodada do estadual. Por sinal, a próxima partida do Dinossauro vai ser justamente contra o Esporte de Patos, o arquirrival do Naça. E, por isso, o treinador alviverde já declarou: pela classificação, vale até torcer pelo Pato.

Após a estreia com vitória, Delany Nóbrega disse que, por parte dos seus comandados, a única coisa que resta é trabalhar intensamente para vencer Atlético de Cajazeiras, adversário da nona rodada, e Esporte de Patos, no clássico que encerra a fase de grupos do estadual. Antes disso, porém, vai torcer pelo maior rival.

– O nosso único objetivo agora é trabalhar. Faltam dois jogos para o fim da primeira fase, Atlético-PB e o clássico contra o Esporte. Mas, antes disso, nós seremos torcedores do Esporte, já que eles vão enfrentar o Sousa nesta rodada. Se eles derrotarem o Sousa, nós vamos encarar o Atlético de olho na segunda colocação. O nosso pensamento por aqui é de classificar esse time – disse Delany Nóbrega.

E completou:

– Não existe isso de rivalidade mais. Se pudermos vestir a camisa vermelha do Esporte, nós vamos. Eu acredito que o Esporte vai cumprir com a parte dele e vencer o Sousa.

A campanha nacionalina no Campeonato Paraibano é de altos e baixos até então. Em oito jogos realizados, foram quatro vitórias e quatro derrotas. Um aproveitamento de 50% que explica bastante os motivos que mantiveram o clube no meio da tabela praticamente durante toda a primeira fase.

Inclusive, Delany é o terceiro treinador a comandar o Nacional somente em dois meses de 2019. Foi Índio Ferreira quem iniciou a temporada pelo clube, sendo substituído por Maurílio Silva, que acertou com o Altos-PI e pediu para deixar o Canário.

O atual comandante é ex-jogador do próprio Nacional de Patos, mas, no momento, aos 40 anos recém-completados, reconhece que a fase nova é completamente diferente das dos tempos de atleta.

– Nunca tinha tido a oportunidade de assumir um time numa temporada. Antes só como jogador. Agora é muito diferente. Taticamente, eu só pedi a eles empenho, organização e, principalmente, muita raça. O Nacional mostrou quem era o Nacional. Respeitou a Perilima fora de casa, por isso vencemos – completou.

Após a vitória nessa quarta-feira, o Nacional de Patos só vai entrar em campo no dia 17 de março, num domingo, quando vai receber o Atlético de Cajazeiras no Estádio José Cavalcanti, em Patos. O Naça não depende de si para selar a classificação, mas, no momento, segue na luta pela vaga nas semifinais do Paraibano.

 

GE/PB

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Perto de se manter na elite, Marcos Nasciment...

Carta certa no baralho do Esporte de Patos, Ma...

Nacional é o time sertanejo que mais levou p...

Praticamente terminada a 9ª rodada do Campe...

Atlético de Cajazeiras goleou o Nacional de ...

O Atlético de Cajazeiras goleou o Naciona...

De olho na classificação o Nacional de Pato...

O Nacional de Patos, realizou seu treino apronto...

Outras categorias