Menu

sexta, 19 de janeiro de 2018

José Cavalcanti recebe aprovação com restrição para realização do Campeonato Paraibano

31-dezembro-2017 Esporte

O Ministério Público da Paraíba, através do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudetor), promove, na próxima quarta-feira (3), uma audiência para discutir a situação dos estádios de futebol do Estado que serão utilizados no Campeonato Paraibano 2018, que começa no próximo dia 7 de janeiro. A audiência será realizada às 9h, no auditório da sede do MP-Procon, na Capital.
Segundo o coordenador do Nudetor e da Comissão a Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios da Paraíba, procurador Valberto Lira, faltando apenas 10 dias para o início do campeonato, o Ministério Público ainda não recebeu os laudos de todos os estádios relacionados na tabela de jogos publicada no site da Federação Paraibana de Futebol. (Confira situação dos estádios abaixo). “A perspectiva, no momento, é do início do Campeonato com a realização dos jogos de portões fechados, quiçá, em outras rodadas e não só na primeira”, informa o coordenador.
Segundo Valberto Lira, na audiência será apresentada oportunidade aos gestores dos estádios assumirem compromisso de saneamento das irregularidades e, com relação aos estádios ‘Silvío Porto’, em Guarabira, e ‘Zé Cavalcante’, em Patos, verificar se foram sanadas as irregularidades, conforme Termos de Ajustamento de Conduta já assinados.
Valberto Lira destaca ainda que três clubes da Paraíba têm participação prevista na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro das séries "C" e "D' e também poderão ter jogos de portões fechados, segundo comunicação da Gerência de Segurança da CBF.
“Infelizmente, diante da nova legislação que modificou os laudos previstos no Estatuto do Torcedor, convoquei uma reunião, no início do mês de outubro, onde seriam explicadas as novas regras para a elaboração dos laudos, conforme a Portaria 290/2015 do Ministério dos Esportes, mas ninguém deu atenção. Agora que cada um assuma. A legislação mudou. Demos oportunidade. Ninguém se preocupou. Só lamento que o mais prejudicado é o torcedor paraibano que poderá ser privado de assistir seu clube jogar, sem que tenha dado causa à situação”, conclui Valberto Lira.
 
Situação dos estádios
Segundo o banco de dados do Núcleo do Desporto e de Defesa do Torcedor, do Ministério Público da Paraíba, a situação dos estádios é a seguinte:
 
1- Estádio ‘Alemidão’, em João Pessoa, encontra-se reprovado, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e “aprovado com restrição”, pelo Laudo de Segurança, emitido pela Polícia Militar e não foi apresentado ao MP o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.
 
2- Estádio ‘Amigão’, em Campina Grande, encontra-se reprovado, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e “aprovado comrestrição”, pelo Laudo de Segurança, emitido pela Polícia Militar e não foi apresentado ao MP o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.
 
3- Estádio ‘Marizão’, em Sousa, encontra-se “aprovado com restrição”, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e não foram apresentados ao MP o Laudo de Segurança e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.
 
4- Estádio ‘Perpetão’, em Cajazeiras, encontra-se reprovado, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e não foram apresentados ao MP o Laudo de Segurança e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.
 
5- Estádio ‘Zé Cavalcante’, em Patos, encontra-se “aprovado com restrição”, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e “ reprovado” pelo Laudo de Segurança e não foi apresentado ao MP o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.
 
6- Estádio ‘Presidente Vargas’, em Campina Grande, encontra-se reprovado, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e não foram apresentados ao MP o Laudo de Segurança e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.
 
7- Estádio ‘Sílvio Porto’, em Guarabira, encontra-se “aprovado com restrição”, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar, “reprovado” pelo Laudo de Segurança emitido pela Polícia Militar e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene apresentado fora dos parâmetros e devolvido.
 
8- Estádio ‘Graça’, em João Pessoa, não foram apresentados Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, Laudo de Segurança e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.
 
Assessoria 
Foto: Walter Rafael

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Naça volta aos treinos e inicia semana de pr...

Após dar folga nesta segunda-feira aos jo...

Projeto Social Meninos de Santa Terezinha vol...

A Projeto Social Meninos de Santa Terezinha da...

CRB se aproveita das bolas paradas e vence o ...

No péssimo gramado do estádio Amig...

Naça faz uma bonita festa, pressiona o Treze...

Festa bonita, estádio municipal tingido e...

Outras categorias