Menu

sábado, 18 de agosto de 2018

Rosilene diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF

20-janeiro-2018 Esporte

A ex-presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Rosilene Gomes, rompeu o silêncio nesta sexta-feira (19) após se afastar da entidade e fez duras críticas à gestão do presidente Amadeu Rodrigues, que na primeira rodada do Campeonato Paraibano mandou usar poder de polícia em Cajazeiras e Sousa contra as TV’s web que transmitiam os jogos no Sertão do estado.

Rosilene garantiu, durante entrevista exclusiva à TV Diário do Sertão, que será a “madrinha” dos portais e TV’s junto à TV Esporte Interativo para que esta possa liberar essas transmissões não somente no Sertão, mas em toda a Paraíba.

“Eu acredito no diálogo, e pelo conhecimento que tenho junto ao pessoal da TV Esporte Interativo, vai dar tudo certo. Já marcamos uma reunião com o Bernardo, que é o chefe maior, e vamos resolver isso”.

ACORDO COM OS TIMES

A ex-presidente da FPF lembrou que no seu tempo os recursos das transmissões da TV Esporte Interativo eram divididos com os 10 times do campeonato, diferente de hoje que é somente para três clubes. Ela destacou que na época da assinatura renunciou, como presidente, dos 15% que seriam destinados para a FPF.

“Esse acordo não foi verbal, foi via documento que seria repassado para as dez equipes que estivessem participando do Campeonato Paraibano na primeira divisão, e está aí para todo mundo ver, pois presidência de federação não é ditadura. Ele [o presidente] não é dono da federação. Presidente tem que fazer o que os clubes desejam, e ele tem que aceitar.”

ARREPENDIMENTO DE TER VOTADO EM AMADEU

Perguntada se está arrependida de ter apoiado Amadeu Rodrigues nas últimas eleições para presidente da FPF, Rosilene foi taxativa ao afirmar que “Ele [Amadeu] traiu todo mundo, e não foi hoje, foi na hora que recebeu a vitória, lá mesmo dentro da federação. Não foi Rosilene que foi traída, foram os clubes que confiaram na minha palavra e hoje se sentem traídos”, afirma a ex-mandatária que, visivelmente descontente, pediu desculpa a todos os filiados para os quais ela pediu voto a favor de Amadeu.

HISTÓRICO

Formada em Psicologia, Rosilene Gomes comandou a Federação Paraibana de Futebol por 25 anos. Ela deixou o cargo em abril de 2014.

Diário Esportivo

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

LPF divulga a tabela da Copa Carreiros Sub 17...

A Liga Patoense de Futebol através do p...

Duas equipes “brigam” por Enercino para o...

Passada a série C, onde o calendár...

Jovem de 15 anos é ouro em Campeonato Intern...

Ouro nas Categorias 14/15 + 70kg e Kumite, o jov...

Clubes destituem Nosman da FPF e elegem junta...

Em assembleia realizada na tarde desta segunda-f...

Outras categorias