Menu

quarta, 21 de novembro de 2018

Beneficiários do BPC têm até dezembro de 2018 para se inscreverem no CadÚnico

22-outubro-2018 Gerais

De acordo com a Portaria Interministerial n° 5/2017, publicada no Diário Oficial da União, idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), devem estar inseridos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Em Patos, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, já está fazendo esse cadastramento, que se estenderá até 15 de dezembro, como explica a secretária da pasta, Edjane Araújo.

“Nós sabemos que todos os usuários do benefício de prestação continuada, necessariamente, até o dia 15 de dezembro devem procurar a secretaria Desenvolvimento Social para fazer o seu cadastramento junto ao CadÚnico. Então, desde já nós convocamos, todos vocês para se apresentar, uma vez que, após esse prazo, o usuário do BPC pode ter o seu benefício, inicialmente, suspenso; podendo até perdê-lo, definitivamente, caso perca o prazo e não se adeque ao cadastramento,” avisou a secretária.

Ainda, segundo Edjane Araújo, também estão sendo feitas buscas ativas, nas residências dos beneficiários, para esclarecer sobre a necessidade da inclusão no cadastro.

“Estamos nos antecipando, fazendo essa convocação aos usuários para esse cadastro, e também nós já estamos fazendo visitas com as equipes do CRAS, indo na casa desses usuários; fazendo na verdade uma busca ativa para informar a todos os usuários do BPC quanto à necessidade imperiosa de recadastramento, até o dia 15 dezembro,” informou a secretária, Edjane.

A coordenadora do CadÚnico de Patos, Michele Oliveira, explicou que esta é uma determinação do Governo Federal, que solicita a inclusão do beneficiário do BPC e de sua renda no Cadastro Único da família que ele esteja inserido.

“Agora a renda BPC do idoso e a renda BPC com deficiência conta como renda no Cadastro Único, que antes eram tiradas as pessoas do cadastro para continuar recebendo Bolsa Família. Então, hoje, se você tem esse BPC na sua casa, ele também tem que estar nesse cadastro único da família,” comentou Michele.

O atendimento será feito por meio de agendamentos, e caso o beneficiário tenha alguma dificuldade em se dirigir à secretaria para atendimento a inclusão pode ser feita por um responsável familiar.

“A gente pede que essas famílias procurem o nosso setor para agendar o dia que possa vir uma pessoa dessa família. Não precisa ser o idoso ou a pessoa com deficiência para vir fazer esse cadastro, pode ser uma pessoa da família que esteja com eles, ou que tenha a curatela deles. Vem aqui, traz toda documentação original de todos da casa, a conta de água e de energia atualizadas, de três meses para cá, e faz esse cadastro colocando a renda desse BPC,” concluiu a coordenadora.

Coordecom

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Inadimplência chega a 50% no Corecon-PB e en...

A inadimplência é um grave problema...

Paulo Maia: ESA realizou mais de 150 cursos e...

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, S...

Sheyner Asfóra se destaca em debate e aprese...

Nesta reta final da campanha da OAB-PB o advogad...

Patos dá início a programação de 16 dias ...

A campanha de 16 dias de ativismo e conscientiza...

Outras categorias