Menu

sexta, 14 de dezembro de 2018

Festa de Santa Rita será celebrada em Patos a partir de sexta

06-dezembro-2018 Gerais

Começa nesta sexta-feira, 7, a primeira edição da Festa de Santa Rita de Cássia, padroeira dos bairros Juá Doce e Jardim Bela Vista, em Patos. Os festejos ocorrerão na capela do bairro, localizada na rua Luiz Félix, sn, próximo a praça do Juá Doce, e serão iniciados nesta sexta, às 19 horas, com hasteamento da bandeira e missa de abertura presidida pelo pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, padre Adailton Pedro da Silva.

De acordo com o religioso, a festa é motivo para celebrar o testemunho de vida de Santa Rita. “Estamos celebrando o testemunho de Santa Rita de Cássia nesses 60 anos da Diocese de Patos. Portanto, convido você a participar desse grande retiro espiritual que é a festa, contando com a presença de alguns padres da nossa cidade de Patos e o nosso bispo diocesano, Dom Eraldo”, pontuou.

No sábado, 8, haverá a segunda noite de novena, presidida pelo bispo de Patos, Dom Eraldo Bispo da Silva. Os festejos se estendem até o dia 15 de dezembro quando haverá procissão às 18h30, missa de encerramento da festa e descida da bandeira.

Nos dias 7, 8, 9 e 14 de dezembro, haverão quermesses e música ao vivo com artistas locais como Cyda Dyas, Saiô e Teinha do Forró. No dia 15, acontecerá um jantar festivo com sorteio de brindes às 20 horas. A senha está sendo vendida ao preço de R$ 10. Em seguida, às 21h30, acontecerá um bingo de um prêmio de R$ 1.500. As cartelas também estão a venda ao preço de R$ 5.

Para mais informações sobre a festa, está sendo disponibilizado o WhatsApp: 83 9.9845.7345.

Reforma da capela

Os valores arrecadados com a festa desse ano servirão para uma grande reforma do templo construído no final da década de 80 pelo então pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, padre Jacó Jair Tomazella. A obra está orçada inicialmente em R$ 200 mil.

Mudança de padroeiro

A Capela de Santa Rita de Cássia tinha como padroeiro o Senhor do Bonfim, até junho desse ano. Mas, segundo explicação da paróquia, o padroeiro de uma comunidade deve ser uma figura onde as pessoas possam recorrer à sua intercessão para que os pedidos dos fiéis sejam levados até Jesus.

Pascom/Ascom


 

Mídias da Matéria

Clique para ampliar

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Federação critica “uberização” do tra...

O vice-presidente da Federação Int...

Vice-presidente da Anoreg/BR, Germano Toscano...

O vice-presidente da Associação do...

Serviço realizado no “Açude de Coremas”...

Uma importante ação está se...

Identificada uma das vítimas de acidente aut...

Uma forte colisão na manhã desta q...

Outras categorias