Menu

domingo, 20 de janeiro de 2019

Anoreg-PB disponibilizará especialista em Libras para traduzir atos notariais de interesse de surdos-mudos

11-janeiro-2019 Gerais

Uma parceria a ser celebrada entre a Associação dos Notários e Registradores da Paraíba (Anoreg-PB) e o MP-Procon proporcionará benefícios a uma parcela minoritária da população do Estado que tem grandes dificuldades em se comunicar pelo fato de ser surda-muda: ou seja não ouve, nem fala. A ideia é disponibilizar um profissional especialista na Língua Brasileira de Sinais (Libras) para facilitar o serviço destinado a essas pessoas com deficiência.

“Atendendo a uma solicitação do diretor-geral do MP-Procon, promotor de justiça Glauberto Bezerra, estamos desenvolvendo a instalação desse serviço de grande valia para um público especifico, formado por pessoas que apresentam necessidades especiais, especificamente os surdos-mudos. Quando um deles se dirige a um serviço de notas, de registro ou a qualquer outro que oferecemos, sempre vem acompanhado de uma testemunha escolhida em quem ele deposita absoluta confiança”, disse o tabelião.

Germano acrescentou que o surdo-mudo, muitas vezes, não sabe ler e o texto produzido nos serviços de notas, por exemplo, é transmitido à testemunha que o acompanha, que diz ao mesmo do que se trata. “Por isso, tem que ser uma pessoa da profunda confiança do surdo-mudo. Neste caso, ele, o deficiente auditivo, terá que acreditar obrigatoriamente naquilo que a testemunha vai lhe dizer”, acrescentou.

Tradução em tempo real

Segundo ele, a proposta consiste em colocar à disposição dos notários e registradores da Capital, uma pessoa treinada em Libras para que ela possa traduzir em tempo real, para surdos-mudos, os textos que estão sendo elaborados.

O profissional especialista em Libras ficará na sede da Anoreg-PB, na Rua Afonso Campos, 1.110, no Centro de João Pessoa (entre as Avenidas Pedro II e Camilo de Holanda) onde funcionará o sistema de tradução. “O profissional receberá nosso texto e o transmitirá, em tempo real, numa leitura traduzida em Libras para o surdo-mudo, que tomará, de imediato, conhecimento detalhado do que está sendo feito”, comentou Germano Toscano de Brito.

Parceria de resultados

A pessoa que fará a tradução poderá, inclusive, trocar ideias com o surdo-mudo que procurar qualquer serviço oferecido pelos cartórios. “Sozinhos, temos certas dificuldades até de ordem de comunicação e de assessoria em termos de assistência ao grande público. No entanto, nos sentimos mais seguros com uma parceria com o MPPB, que, andando conosco, de mãos dadas, pela credibilidade que tem, transfere essa credibilidade para nossos atos e atitudes. Isso nos dá mais credibilidade do que já temos. É muito significativo para nós”, pontuou o tabelião.

Por fim, ele elogiou o MPPB. “Sempre fomos parceiros do Ministério Público, por sua missão constitucional de guardião dos interesses públicos e da cidadania e também pelo respeito que sempre lhe devotamos é grande o nosso interesse em manter essa parceria”, concluiu.

Ascom

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

MPF abre inquéritos para investigar 10 munic...

Denúncias de desvios de verbas federais d...

Patoense Helô Wanderley é classificada no T...

A criança Helô Wanderley de apenas ...

Gestão municipal obtém mais de 80% de aprov...

A gestão do prefeito interino de Patos, B...

Três pessoas morrem em acidentes após retor...

Três pessoas morreram em acidentes de tr&a...

Outras categorias