Menu

terça, 26 de setembro de 2017

Agricultor devolve dinheiro que recebeu a mais da agência do Banco do Nordeste

09-setembro-2017 Gerais

Felizmente ainda existem pessoas honestas no nosso país, por mais estranho que possa parecer. Vez por outra os meios de comunicações divulgam matérias contando casos em que pessoas humildes praticam gestos de honradez devolvendo dinheiro em espécie ou objetos que chegaram ao seu poder, mas que não lhe pertencem, e fazem questão de devolver aos verdadeiros donos.

Assim foi o caso do agricultor Francisco de Assis Honorato Nunes, mais conhecido por ‘BRAZ DE PEDRO HONORATO’, de 44 anos, casado pai de três filhos, NATURAL DE Riacho Dos Cavalos, no Sertão Paraibano, e que reside no sitio Santana, zona rural oeste daquele município.

Na manha desta quarta-feira (06 de setembro), o mesmo utilizou de sua honestidade e devolveu uma quantia em dinheiro que recebeu a mais, na agência do Banco do Nordeste de Catolé do Rocha (PB).

O agricultor teria ido a agência para receber a quantia de R$ 4.000.000 (quatro mil reais), referente ao financiamento do Programa Agroamigo. Ao ser atendido pelo Caixa 2 da referida agência, o mesmo recebeu o montante do dinheiro, colocou no bolso e deixou o prédio da instituição bancária.

Como é de praxe, o agricultor ao deixar a agência foi conferir o seu dinheirinho, e daí que veio a grande surpresa, o valor recibo por ele tinha um mil reais a mais, ou seja, R$ 5.000,00.

Pessoa simples e humilde, o mesmo pensou duas vezes sobre o caso, e não hesitou na sua decisão, retornou ao Banco do Nordeste para devolver o restante do dinheiro.

O gerente da agencia, o senhor José Geovani agradeceu ao agricultor pela sua atitude louvável, e ouviu de Braz uma frase típica dos sertanejos de princípios e honestidade.

"Se eu não fizesse isso iria ficar com minha consciência pesada”, pontuou Braz.

A atitude nobre e louvável do agricultor Braz de Pedro Honorato, contrasta com a realidade dos tempos de hoje, onde ser honesto as vezes é até ignorado por alguns.

Assim diria o águia de Haia Rui Barbosa.

- De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.



CATOLÉ NEWS

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Patoense sofre sérios problemas após parto ...

Uma jovem patoense de 33 anos está vivend...

Mulher que foi atropelada no último domingo,...

O Sargento Aurélio Gomes, da 4ª Co...

Em menos de um mês, preço do botijão de g...

O Grupo Executivo de Mercado e Preços (Ge...

Funcionários dos Correios vão decidir sobre...

Os funcionários dos Correios da Federa&cc...

Outras categorias