Menu

quinta, 23 de novembro de 2017

MPPB investiga possíveis atos de violência obstétrica na maternidade de Patos

13-setembro-2017 Gerais

O Ministério Público Estadual, por meio do Promotor de Justiça Elmar Thiago Pereira de Alencar, instaurou um procedimento preparatório com o objetivo de investigar possíveis atos de violência obstétrica, no âmbito da Maternidade Peregrino Filho, em Patos, particularmente o não cumprimento da lei federal sobre o direito a acompanhante; a não admissão da doula no partos; a não dispensação de alimentação às parturientes no pré-parto; a não separação no pós-operatório das parturientes que perderam o bebê; ao equivocado tratamento do PAI do bebê como visita.

geovannesantos.com.br

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Advogados realizam mobilizações no interior...

Advogados de várias cidades sertanejas, s...

Cantor e compositor Delmiro Barros é um dos ...

A coordenação da Operaç&ati...

Agentes da STTRANS participam de curso de cap...

Na última segunda-feira (19/11), a Prefei...

Gerente da Cagepa diz que Patos teria colapso...

O chefe regional da Cagepa Maciel Damasceno, em ...

Outras categorias