Menu

sábado, 16 de dezembro de 2017

Nabor sai em defesa dos transportes alternativos e diz que mais que um serviço de qualidade eles também fazem um serviço social

07-dezembro-2017 Gerais

Na manhã desta quinta-feira (7), o deputado Nabor Wanderley (PMDB) participou da audiência pública para debater a regulamentação dos transportes alternativos, onde reafirmou seu compromisso com a categoria de lutar até o fim pela regulamentação e reconheceu a importância dos serviços prestados à população que além de ser de qualidade é também um serviço social.

Nabor relatou que acompanha esta luta desde a época em que a então deputada Francisca Motta brigava para que os transportes alternativos fossem regulamentados e que vê o compromisso do governador Ricardo Coutinho com a categoria, mas, infelizmente, está vendo o Conselho Gestor voltado mais para os interesses das grandes empresas.

“O sol nasceu para todos. Reconheço a importância desse trabalho, até porque as grandes empresas de ônibus não dão conta da demanda. Muitas pessoas que precisam de algum tratamento médico na Capital nem conhecem João Pessoa. Os transportes alternativos oferecem um serviço de qualidade e a gente reconhece que é necessário para o Estado”, ressaltou Nabor.

O deputado defendeu que as pessoas escolham por quem querem ser transportadas e apelou para que a Assembleia faça a lei ser cumprida.  “Essa Casa precisa ter a responsabilidade de debater e fazer a lei ser cumprida. Estamos engajados nessa luta de vocês para garantir que vocês possam continuar prestando esse serviço de qualidade. Digo isso porque conheço de perto esse trabalho e como foi dito, além do trabalho de qualidade vocês fazem um trabalho social para o Estado da Paraíba”, finalizou Nabor.  

Durante o debate, o presidente da cooperativa dos transportes alternativos de Patos, Jonas Cipriano, afirmou que o transporte de Patos não pode fazer a linha até João Pessoa e as linhas de ônibus não oferecem horário de manhã cedo prejudicando àqueles que têm alguma consulta no período da manhã.

Ele enfatizou que além do serviço de transporte oferecem também um trabalho assistencialista. “São pessoas que vêm para consultas e muitas vezes pagamos até lanche para esses pacientes, pois ele só vem com o dinheiro da passagem.  Queremos mostrar para a Assembleia e para o governador Ricardo Coutinho para avaliar o que estão fazendo, pois estão acabando com nossa assistência à população carente do Sertão” explicou Cipriano.

O debate aconteceu no plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba, através de uma propositura do deputado Anísio Maia (PT) e contou com a presença de parlamentares, representantes do DER, representantes dos sindicatos e cooperativas de transportes alternativos no Estado da Paraíba.

Assessoria

 

 

Mídias da Matéria

Clique para ampliar

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Agentes de Trânsito de Patos denunciam vári...

Em reunião realizada, nesta quarta-feira(...

IBGE: pesquisa revela números da pobreza bra...

Cerca de 50 milhões de brasileiros, o equ...

Após sucesso nas redes sociais, médico sous...

Conhecido pelo seu profissionalismo, o Mé...

Rompimento no sistema adutor provoca falta d...

NOTA CAGEPA A Cagepa, através da Ger&eci...

Outras categorias