Menu

sábado, 26 de maio de 2018

Quixaba apresenta menor índice de infestação do Aedes na regional Patos

19-janeiro-2018 Gerais

No primeiro Lia/Lira – Levantamento de Índice Amostral de infestão predial do Aedes aegypti consolidado pelos municípios que fazem parte da 6ª Gerência Regional de Saúde, que compreende Patos e mais 23 cidades, Quixaba foi o que apresentou o menor índice de infestação com 0,5, com baixo risco. Apenas outros dois municípios, São José do Bonfim (0,6) e São Mamede (0,9) apresentam baixo risco.

Em compensação, cinco municípios fazem parte do grupo de alto risco de infestação pelo mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus. São eles: Santa Luzia, com 10.6 de infestação; Malta (8.7); Condado (6.6); Matureia (5.1) e Cacimbas (4.4). Outros 14 municípios estão na faixa de médio risco e Patos só consolidará seus dados a partir do dia 22 deste mês.

Dos 204 imóveis inspecionados em Quixaba, em apenas um havia presença de foco do mosquito Aedes. Este município encerrou o quarto ciclo do LIA em 2017 com médio risco, com 3.1, passando para o primeiro ciclo 2018 para baixo risco. Santa Luzia, que terminou 2017 com 10.1 de infestação, ou seja, do total de imóveis inspecionados, em 10,1% havia preesença do Aedes, subindo este neste primeiro ciclo do ano para 10.6.

A maioria, mais de 80% dos focos de mosquitos, foi encontrada em depósitos de água, como tambores, baldes. Em apenas três municípios, Malta, Desterro e Condado foram encontradas larvas do mosquito tambem em  caixas d’água.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) nos últimos meses, prevendo riscos decorrentes do peeríodo de chuvas em grande parte da Paraíba, buscou parcerias, instituições públicas, municípios para mobilizar toda a sociedade na eliminação do Aedes e prevenção às doenças por ele causadas. Seminários, palestras, ações de limpeza de terrenos baldios, caixas d’água, conscientização para o problema, com adesivagem, panfletagem, caminhadas foram algumas atividades importantes desenvolvidas pela SES, através de suas gerências com os municípios.

Em 2016 dezenas de municípios paraibanos viveram situação de alerta ou risco de surto de dengue, Chikungunya e Zika. No primeiro Lira/Lia deste ano, realizado de 8 a 12, um total de 224 imóveis deram positivos, com presença do Aedes e 265 depósitos com larvas do mosquito. São justamente esses depósitos que carecem de maior atenção da população, que precisa mantê-los sempre bem limpos e fechados.

Mascos Nascimento - Ascom

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Gás de cozinha acaba nas revendedoras da Par...

O estoque de gás de cozinha acabou em tod...

Grave acidente tira a vida de Empresário na ...

Um grave acidente tirou a vida de um Empres&aacu...

STTRANS amplia o número de vagas de estacion...

A prefeitura de Patos, através da Superin...

Conselheiros elegem e empossam nova diretori...

Os 27 conselheiros titulares integrantes da Chap...

Outras categorias