Menu

segunda, 22 de outubro de 2018

Posto da PRF de Pombal poderá ser definitivamente desativado

20-março-2018 Gerais

Uma informação, ainda não confirmada de forma oficial pela PRF, da conta de que o Posto Operacional de Pombal  – PCC 3/2 – subordinado a 3ª Delegacia poderá em breve ser definitivamente desativado.

A unidade localizada hoje em pleno perímetro urbano da cidade já havia sofrido tentativa de fechamento, só não sendo consolidada em virtude de uma mobilização realizada para manter a mesma em atividade. A sua desativação refletiria diretamente no aspecto da segurança local.

Informação repassada é de que já se encontra em fase de licitação a construção de um posto da Polícia Rodoviária Federal em Sousa, as margens da BR 230.

A obra será iniciada na cidade no mês de setembro, prazo para decurso de todos os prazos da licitação. Ainda segundo a fonte, a estrutura será dotada de modernos equipamentos.

Diante da proximidade com Pombal a PRF desativaria em definitivo o Posto Operacional local por motivo de contenção de despesas e efetivo.

Diante do exposto não seria atribuída sua importância pela localização praticamente no entroncamento entre duas rodovias federais (230 e 427).

Outra unidade que poderia sofrer também prejuízos seria a de Cajazeiras, já que a nova edificação ficaria em uma área a pouco mais de 40 km do Posto 33, também não sendo descartada a possibilidade do seu fechamento.

Por enquanto não existem informações confirmando o que foi repassado, porém tudo parece acontecer ainda de forma interna no âmbito administrativo.

Sem representações que possam servir de voz não se descarta que Pombal será um dos municípios prejudicados caso essa informação venha a ser posteriormente confirmada.

O temor é que a “possível” desativação do posto da PRF aumente a insegurança e estimule a ação dos criminosos em Pombal.

RELEMBRE O CASO
Entidades locais iniciaram uma mobilização no sentido de evitar a perda, que seria grandiosa para uma das cidades mais antigas da Paraíba cortada por duas BRs (230 e 427).

Lideranças políticas em nível federal, estadual e municipal também utilizaram suas tribunas em defesa da causa expressando a posição contrária com relação à desativação da unidade.

A decisão afetaria a segurança da cidade limitando o trabalho dos que são responsáveis pela fiscalização nas estradas federais, cuja atuação se resumiria a blitz em todo o trecho de forma inconstante.

Mesmo funcionando no perímetro urbano o Posto  tem sido importante no atendimento a acidentes e combate a criminalidade, muitas vezes fortalecendo o trabalho da Polícia Militar que não pode extrapolar sua competência institucional quando se trata de rodovias federais resultando em atividades exitosas no combate ao trafico de drogas, veículos roubados ou prisões correcionais.

Outro aspecto positivo: a fiscalização do tráfego de veículos que acontece diuturnamente.

O resultado foi a sua permanência, porém como unidade de apoio aos rodoviários em serviço na área.

Portal Liberdade PB

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Conselho realiza I Fórum de Pensamento Econ...

O Conselho Regional de Economia da Paraí...

Em comemoração aos 115 anos da cidade acont...

A Prefeitura Municipal de Patos, por meio da Fun...

Nabor solicita audiência pública para discu...

A Assembleia Legislativa da Paraíba rea...

CRAS do Morro é alvo de arrombamento na madr...

O CRAS Severina Celestino, localizado no Bairro ...

Outras categorias