Menu

quarta, 19 de dezembro de 2018

UEPB em parceria com ASKAKI promove Seminário de Karatê com campeã mundial em Patos

16-abril-2018 Gerais

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA), em parceria com Associação de Karatê Kiai (ASKAKI), e apoio da Federação Paraibana de karatê, realizou neste domingo (15), o Seminário de Karatê com a atleta Valéria Kumizaki, primeira no Ranking Brasileiro e Terceira no Ranking Mundial de Karatê. O evento foi realizado nos turnos manhã e tarde, no Auditório Celso Furtado, no Campus VII da Instituição, em Patos.

Um dos organizadores evento Odilon Avelino, professor e coordenador do projeto extensionista “Utilização do Karatê como Instrumento de Inclusão Social” da UEPB, disse que o seminário foi destinado aos conhecimentos técnicos voltados a questão de luta de competição. "O curso é de Shiai Kumitê que é luta da parte de competição. Então ela está ensinado técnicas de ataque, defesa, de movimentação, alongamento específico para o tipo de luta que a gente vai fazer, são conhecimentos técnicos voltados a questão de luta de competição, marcação de pontos", explicou Odilon.

O Seminário de Karatê também contou a participação de aproximadamente 30 atletas da Academia Ilha de Okinawa, da cidade de Esperança (PB).

Para o representante da Federação Paraibana de karatê, José Targino, a vinda da campeã mundial Valéria Kumizaki a Patos é uma demonstração da força do karatê paraibano. "A gente sabe que o karatê hoje está num processo continuo de evolução, o karatê é um esporte olímpico. Então a Paraíba não fica atrás, nós temos atletas na seleção também, e essa vinda dela vem só a somar o que a gente já tem", comentou Targino.

A atleta Valéria Kumizaki, que se prepara para disputar as Olimpíadas de 2020 em Tóquio, é uma colecionadora de títulos nacionais e mundiais. "Eu sou dozes vezes campeã brasileira, campeã Panamericana, campeã Sulamericana, campeã dos Jogos Panamericanos, campeã mundial juniores, vice-campeã mundial adulto, campeã do World Games, recentemente, e estamos lutando para a vaga nas olimpíadas, que começa agora até o ano que vem, e agente vai tentar buscar essa vaga para representar o Brasil em Tóquio", concluiu Kumizaki.

O próximo evento do projeto  “Utilização do Karatê como Instrumento de Inclusão Social” da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Patos, em parceria com a Federação Paraibana de Karatê e a Associação de Karatê Kiai, é o 4º Gashuku Sertão de Karatê, em julho. O Gashuku é um retiro de karatecas de cunho não somente desportivo mas, sobretudo, de caráter educacional, onde habilidades mentais e físicas podem ser ampliadas e apuradas, através da prática intensiva e intercâmbio social, visando o refinamento nas habilidades técnicas combativas e na formação integral do ser humano. 

Reportagem - Airton Alves - Patos Verdade

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

PB fecha 2018 com açudes secos e colapso em ...

Já passam de 50 as cidades e distrit...

Mulher com problema grave na perna pede ajuda...

A doméstica Maria do Socorro, de 37 anos,...

Presidente do TJPB afirma que vai cortar carg...

O presidente eleito do Tribunal de Justiç...

AISP faz balanço das ações desenvolvidas n...

A Associação de Imprensa do Sert&a...

Outras categorias