Menu

sábado, 20 de outubro de 2018

Governo da Paraíba intensifica ação de Educação Emocional e Social nas escolas

11-junho-2018 Gerais

Dando continuidade ao trabalho já realizado com a inovadora metodologia de Educação Emocional e Social, a Secretaria de Estado da Educação da Paraíba e a Organização Inteligência Relacional, realizam, entre os dias 11 e 22 de junho, acompanhamentos pedagógicos presenciais em todas as 657 escolas públicas, das 14 Gerências Regionais de Educação (GRES).

A ação, que acontece de forma integrada em todo o estado, será desenvolvida pelos consultores pedagógicos da Inteligência Relacional, responsáveis por visitar, orientar e prestar o suporte necessário aos professores que desenvolvem a metodologia em sala de aula. A partir disso, será possível acompanhar a aplicabilidade do trabalho, buscando ampliar ainda mais os resultados e consequentemente fortalecer a relação com a equipe escolar.

A Educação Emocional e Social é um processo educativo, regular e permanente, que busca desenvolver consciência, autonomia e regulação emocional dos alunos e educadores. Na Paraíba, estado pioneiro do país, a metodologia já está presente desde 2013 no Ensino Fundamental I e II, e foi ampliado, em 2017, ao 1º e 2º ano do Ensino Médio.

Com a realização do trabalho de educação socioemocional é possível evitar situações de estresse, bullying, uso e abuso de álcool e drogas, depressão e violência, por meio do desenvolvimento da empatia, do diálogo, da resolução de conflitos e da cooperação, alicerces da construção de uma Cultura de Paz, presentes na Lei Antibullying, sancionada no último dia 14 de maio e também parte integrante da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Atualmente já é notável o resultado significativo na prática com os alunos paraibanos. Constatou-se que 78% das crianças conquistaram habilidades emocionais e sociais e aprenderam a lidar melhor com situações de conflito e violência; 57% apresentaram melhoria de aprendizagem; e 55% dos alunos tiveram redução em comportamentos violentos ou inadequados, que prejudicam a convivência escolar e familiar. Aproximadamente 205 mil alunos da rede pública de ensino são beneficiados diretamente, bem como, 180 mil famílias indiretamente.

Ascom

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Creche Inácio Fernandes tem Dia dedicado às...

A creche Inácio Fernandes, no bairro ...

Empresário patoense Márcio Carreiro morre, ...

Morreu por volta das 21 horas desta sexta-feira,...

Acidente na Serra de Teixeira envolveu caminh...

Um acidente ocorreu por volta das 12h25min desta...

Vendedor ambulante de Patos está desaparecid...

O vendedor ambulante Alexandre Alves de Melo, de...

Outras categorias