Menu

terça, 14 de agosto de 2018

Crime de feminicídio é julgado no Fórum de Patos e acusado é condenado a 24 anos

08-agosto-2018 Policial

No aniversário de 12 anos da Lei Maria da Penha, Lei que cria mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher, houve um julgamento histórico no Tribunal do Júri de Patos.

Na manhã desta terça-feira, (07), o primeiro caso de Feminicídio foi reconhecido, julgado e sentenciado pela Comarca do Fórum Miguel Sátyro. 

O crime ocorreu no dia 20 de julho de 2017, no bairro Mutirão, onde a jovem Ângela Michelle Gomes, de 23 anos, foi morta a tiros pelo companheiro, na frente da filha da vítima, uma criança de 5 anos de idade.

De acordo com a Polícia Civil, a motivação do crime teria sido o fato do suspeito não aceitar o fim do relacionamento. A vítima já tinha conversado com familiares que queria terminar a relação, porém, nos últimos meses, antes do crime, o casal vinha registrando muitas discussões.

O julgamento foi presidido pela juíza Isabela Joseane Assunção Lopes de Sousa. O Ministério Público foi representado pelo promotor Pedro Henrique e quem fez a defesa do réu foi o advogado Djalma Queiroga.

Durante o julgamento, houve desentendimento entre as famílias da vítima e do acusado.

A sentença foi proferida depois de quase dez horas de julgamento e o réu foi condenado a 24 anos de prisão em regime fechado. O acusado foi encaminhado para o Presídio Romero Nóbrega, onde cumprirá a pena determinada.

Feminicídio 

Em vigor desde 9 de março de 2015, a Lei 13.104 estabeleceu o feminicídio como circunstância qualificadora do crime de homicídio, incluindo-o também na lista dos crimes hediondos. Desde então, a lei tem sido aplicada para aumentar as penas dos réus que cometem homicídio contra mulheres em razão de sua condição de sexo feminino, quando o crime envolve violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher.

Luanja Dantas/maispatos.com

 

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Homem encapuzado e armado rouba estabelecimen...

Por volta das 16:20 horas desta segunda-feira (1...

Assaltantes rendem odontóloga ao sair da igr...

Uma odontóloga teve seu carro levado por ...

Motorista com sinais de embriaguez bate carro...

Um motorista causou um acidente na noite deste d...

Falta de ônibus escolar para estudantes do I...

Em uma operação conjunta, Polici...

Outras categorias