Menu

terça, 26 de setembro de 2017

Paraíba tem o juiz do Trabalho mais caro do Brasil

11-setembro-2017 Política

O Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (TRT13), com sede em João Pessoa, tem o juiz mais caro do Brasil entre todos os TRTs, segundo o relatório Justiça em Números 2017, divulgado na segunda-feira (4) pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que traz o resultado de levantamento realizado em 2016.

Ano passado, cada juiz do TRT da Paraíba custou ao contribuinte, em média, R$ 51.228,00 por mês. O valor representa mais de R$ 3,5 mil a mais do que a média nacional de gasto do Judiciário com juiz, que ficou em R$ 47,7 mil por magistrado. Os números podem ser conferidos no gráfico reproduzido a seguir.

O mesmo gráfico mostra, como se pode ver acima, que no quesito ‘despesa média com servidores’ o TRT13 ocupa o segundo lugar no ranking nacional. Gasta R$ 20,4 mil por mês com cada funcionário, perdendo apenas para o TRT10 (Distrito Federal e Tocantins), onde a despesa média com servidores ficou em R$ 22,3 mil por mês.

Por outro lado, quando o Justiça em Números 2017 cuida da ‘Despesa Total por Justiça’, o TRT13 fica em último lugar entre os tribunais do Trabalho de médio porte. Ano passado, a Justiça do Trabalho na Paraíba consumiu R$ 428,4 milhões. “Em compensação”, é a que menos tramitou processos (baixados + pendentes) entre todos os demais do mesmo porte: 107.480. Veja na tabela abaixo.

Estadual e Eleitoral

No quesito ‘Despesa média mensal com magistrado e servidor, por tribunal’, o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) ficou em sétimo lugar entre os tribunais de menor porte do país. Cada juiz estadual custa aos cofres públicos em média, por mês, R$ 44,1 mil. Com cada servidor, o custo mensal médio é de R$ 8,6 mil no TJPB.

Já a Justiça Eleitoral da Paraíba tem, entre todo os Tribunais Regionais Eleitorais, a segunda maior despesa mensal do país com servidores: R$ R$ 18.238 por cada um. Entre seus congêneres, O TRE-PB só perde para o do Paraná (TRE-PR), que gasta R$ 18.265 por mês com cada servidor.

Por sua vez, o juízes eleitorais da Paraíba saem a R$ 9.328 por mês para o erário. O valor coloca o TRE-PB na quinta colocação entre os tribunais eleitorais de porte médio. Confira, no gráfico abaixo.

No que se refere à ‘Despesa total por Justiça’, o TJPB é o terceiro mais dispendioso de sua categoria (tribunais de pequeno porte), com gastos que somaram R$ 807,7 milhões em 2016, ao mesmo tempo em que apresentava o escore negativo mais baixo (-0,414) entre seus congêneres. É o que expõe a tabela abaixo.

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Cacimba de Areia é alvo do MP...

A Promotoria de Justiça do Patrimôn...

Hugo Motta está empenhado na construção da...

O deputado federal Hugo Motta informou que t&e...

Vereador tira a própria vida por meio de enf...

Por volta das 20h da noite deste sábado (...

Em nota, vereador de Matureia diz que foi con...

NOTA DE ESCLARECIMENTO. O vereador Paulo do...

Outras categorias