Menu

quarta, 18 de julho de 2018

Jovem da região de Patos que estava desaparecida é encontrada morta no Rio

27-maio-2016 São José do Sabugi

Jovem de São José do Sabugi, Região Metropolitana de Patos, que estava desaparecida desde o dia 16 de maio de 2016, é encontrada morta no Rio de Janeiro-RJ no início da noite de ontem, dia 25 de maio de 2016 - O principal suspeito do crime é o ex marido que está foragido. O corpo foi encontrado na casa dele, enrolado em um lençol e em baixo da cama. Ele fugiu desde a semana passada, na quarta feira dia 18 e deixou o ventilador e a televisão ligados. O ventilador, certamente para tirar o mau cheiro, e a televisão para que os vizinhos pensassem que tinha alguém em casa. Os vizinhos perceberam pelo mau cheiro. É provável que ela tenha sido morta do domingo pra segunda dia 16. Ele fugiu e levou o filho (do casal) de 2 anos.

De acordo com seu ex marido, Nayron Vilar da Silva, de 27 anos, Tayza havia deixado, por volta das 07h00 da manha do dia 16 de maio de 2016, uma segunda-feira, o filho do casal, Kauã, de quase três anos de idade, com ele, o pai, para ir a uma entrevista de emprego. Tayza e Nayron estavam morando em casas separadas.

Fazia pouco tempo que Tayza havia ido morar no Rio de Janeiro-RJ, aproximadamente cinco meses, precisamente, dezembro de 2015. Desde então eles viam brigando muito e acabaram, depois de várias brigas separações e reconciliações e novamente separação, indo morar em casa separadas.

De acordo com a família, o histórico de agressões e abandono, por parte de Nayron, ocorreram ainda quando ambos moravam na Paraíba.

E ainda de acordo com os familiares, ela já havia sido agredida e ameaçada por ele diversas vezes, tendo inclusive, ela, prestado queixa contra o mesmo, e ficando ele, inclusive, proibido de se aproximar dela.

As conversas que estão relacionadas ao desaparecimento de Tayza são muito estranhas e constituem um verdadeiro mistério. Vamos aos pontos:

De acordo com conversas entre familiares, a única pessoa que sabia de que a mesma teria um encontro (no dia 16) com um cliente rico, era uma de suas irmãs, de nome Maria, para qual, Tayza sempre confidenciava seus problemas e planos para o futuro.

Seu celular, inclusive, de acordo com um print de uma conversa dela com a irmã, tinha senha, onde, na ocasião, Tayza confidencia a irmã de que Nayron estava tentando adivinhar a senha do seu celular.

Questionamentos:

Se o celular dela tinha senha, como Nayron descobriu esse encontro?!?!?

Será que de fato existiu esse encontro, ou ele foi inventado para despistar o que de fato ocorreu com Tayza na manha daquela segunda feira, ou ainda, na madrugada daquele mesmo dia, ou, noite do domingo?!?!? Apenas o ex marido, que a viu por último, disse que a mesma havia ido deixar o menino com ele por conta de uma entrevista de emprego. Depois surgiram informações de que ela dormiu lá, na casa dele, no final de semana. 

Nayron, o ex, no dia seguinte ao desaparecimento de Tayza, enviou um áudio, chorando, para o grupo da família, se mostrando preocupado, dizendo a todos que ela teria sumido. Estranhamente, oito dias depois de desparecimento, ele não quis mais saber de nada, não fez nada para ajudar no que se refere a acompanhar os familiares dela, que moram no Rio, no sentido de irem a hospitais e entre outros lugares como, por exemplo, o IML, para procurarem por ela, simplesmente, ele acha que, o fato de ter feito o BO, já seria o suficiente e por essa razão ele estaria desobrigado a dar qualquer outro tipo de contribuição, além de, também ficar, por essa razão, de ter feito o BO, ficar acima de qualquer suspeita.

Estranhamente ainda, oito dias depois, descobrimos que ele já está se relacionando com outra mulher, e que essa mulher, cuida do menino.

Surgiram conversa sobre um cliente rico, e que tem envolvimento com o tráfico internacional de mulheres, porém, uma das amigas de Tayza, acha que isso foi conversa pra despistar o que de fato ocorreu.

Ele ainda, em uma das conversas com uma das irmã dela, fala que ela estava envolvida com pessoas perigosas, drogas e fala em cocaína. Que também pode ser algo para despistar.

Na terça feira, quando uma das irmãs de Tayza ligou pro celular dela, por volta das 16h00, alguém atendeu e disse estava como muito sono, depois desligou. Daguia, sua irmã, ainda insistiu e uma mulher atendeu novamente e disse não ser o telefone de Tayza.

Estranhamente, a foto do whatsapp dela saiu do whatsapp, como se a conta tivesse sido excluída, ou como se tivesse sido removida.

Mesmo que o celular estivesse em algum lugar sem sinal de celular, ou ainda, mesmo que o aparelho estivesse desligado, a imagem era para está aparecendo.

Portal São José PB

www.PATOSMETROPOLE.com


Mídias da Matéria

Clique para ampliar

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSMETROPOLE.COM.BR, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSMETROPOLE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.

Notícias Relacionadas

Policia identificou os três acusados do assa...

A Polícia Militar identificou os nomes ...

Ladrões roubam uma Hilux e na fuga capota ca...

Um jovem de nome Segundo Banana foi vítim...

Idoso é encontrado morto em S. J. Sabugi, re...

Por volta da 14:30 da tarde deste domingo foi en...

Prefeita de S. Jão do Sabugi é destaque em ...

Nesta sexta-feira, último dia do evento, ...

Outras categorias