Banner Inecardio
determinação

APDP busca efetivar paridade salarial entre defensores públicos ativos e aposentados

implantação dos subsídios especificados na Lei estadual n. 10380/2014 aos associados aposentados que outorgaram poderes à entidade

23/08/2019 14h59
Por: Ary Ramalho
Fonte: Assessoria
69
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Menos de 24 horas após o trânsito em julgado da decisão do STJ que ratificou a determinação ao governo do estado da Paraíba a paridade entre os subsídios dos defensores públicos ativos e aposentados, a Associação Paraibana dos Defensores Públicos requereu à desembargadora Maria das Graças Morais Guedes que ordene à PBPREV a devida implantação dos subsídios especificados na Lei estadual n. 10380/2014 aos associados aposentados que outorgaram poderes à entidade.

Ato contínuo, o presidente da APDP, Fábio Liberalino, a vice-presidente Carmecy Abrantes e a assessora jurídica Ciane Feliciano estiveram na PBPREV onde requereram a imediata implantação dos referidos subsídios, em simetria com os processos individuais de aposentadoria proferidos desde maio de 2018, bem como em simetria com aqueles que ingressaram individualmente.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários