Banner Inecardio
declaração

“Só irei se tiver mais motivos técnicos, do que políticos”, diz Adriano Galdino sobre o ato “SOS Transposição”

O presidente da ALPB disse, que apesar de ser oposição a Bolsonaro, é muito claro em suas posições sobre a suspensão do bombeamento das águas da Transposição do São Francisco.

27/08/2019 19h41
Por: Ary Ramalho
Fonte: Se Liga PB
24
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

“Precisamos saber o motivo técnico, dessas águas não estarem chegando a Monteiro, e isso aconteceu desde o governo anterior. Nós precisamos saber o porquê dessas águas não estarem chegando. Se é uma retaliação por parte do governo federal, ou se é mais por questões técnicas, advindas do governo anterior”.

Essa declaração foi dada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino(PSB), em entrevista coletiva que cobria as atividades da Casa de Epitácio Pessoa, nesta terça-feira(27). Galdino disse, que apesar de ser declaradamente oposição ao presidente Bolsonaro, é muito claro em suas posições sobre a suspensão do bombeamento das águas da Transposição do Rio São Francisco.

Adriano não confirmou presença no ato “SOS Transposição”, marcado para o próximo Domingo, 1º de Setembro, no município de Monteiro. O ato foi convocado pelo ex-governador Ricardo Coutinho(PSB), e pretende reunir as principais lideranças de oposição ao presidente Bolsonaro, como o ex-candidato a presidente Fernando Haddad(PT), e outras lideranças de esquerda.

O parlamentar, ainda colocou condições para se fazer presente no ato. “Se houver e existirem motivos técnicos, que sobrepõem a questão política, eu acho que esse movimento deve ser preocupado em buscar as medidas técnicas para voltar a trazer a água para a Paraíba e para o Nordeste”, em seguida, complementando seus posicionamentos sobre o assunto.

“Se houver motivos técnicos, que dêem as condições para que água não chegue, então não vejo sentindo nenhum nesse movimento. Eu estou aprofundando essa discussão, já conversei com os representantes do ministério da integração nacional, para que ele mandasse o que existe de fato, e o porquê da água não tá chegando, e diante dessa resposta, que espero receber até sexta-feira, eu irei me posicionar se irei ou não”, completou Adriano Galdino.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Anúncio
Netzonesistemas
Blogs e colunas
Banner Camila Feitosa
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio
Anúncio