Banner Inecardio
2ª divisão

São Paulo Crystal entra com ação no TJDF-PB e pede perda de pontos do Miramar por cai-cai

Clube de Cruz de Espírito Santo espera que time de Cabedelo seja punido, o que faria com que o Tricolor também somasse três pontos na primeira rodada da 2ª divisão do Paraibano

27/08/2019 19h54
Por: Ary Ramalho
Fonte: GE/PB
33
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Como esperado, o empate por 1 a 1entre Miramar e São Paulo Crystal, pela primeira rodada da 2ª divisão do Campeonato Paraibano vai mesmo parar nos tribunais. É que o clube de Cruz de Espírito Santo quer que o time de Cabedelo perca os pontos do jogo por conta do cai-cai promovido pela equipe aos 12 minutos (o GloboEsporte.com vinha noticiando que havia sido aos 8 minutos) do segundo tempo e que o Tricolor seja declarada como vencedora da partida. A equipe ingressou com uma notícia infração no Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB) nesta terça-feira.

O São Paulo Crystal se apega ao que versa o Regulamento Geral de Competições (RGC) da CBF, ao qual o regulamento da divisão de acesso do Paraibano é subordinado, e ao Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), principal legislação que rege o desporto brasileiro.

De acordo com o parágrafo 3º do artigo 56 RGC de 2019, a equipe que “ficar reduzida a menos de 7 (sete) atletas, dando causa a essa situação, tal equipe perderá os pontos em disputa”.

Caso o TJDF-PB puna o Miramar, o São Paulo Crystal é declarada vencedora da partida por um placar de 3 a 0, como versa o RGC. Ainda não há data para o julgamento do caso.

Entenda o caso

Miramar e São Paulo Crystal fizeram uma das partidas da primeira rodada da 2ª divisão do Campeonato Paraibano nesse domingo, no Estádio Almeidão. O duelo estava marcada para as 11h. A partida só começou uma hora depois porque não havia ambulância.

Após o início do jogo, o primeiro tempo aconteceu normalmente e foi movimentado, com direito a um gol para cada lado. O Tubarão, no entanto, só tinha um jogador no banco de reservas, que era goleiro. De acordo com o clube, não houve tempo hábil para registrar todos os atletas contratados para a competição.

Ainda no primeiro tempo, o atacante Ari, do Miramar, sentiu uma lesão no ombro. O atleta seguiu jogando, mas caiu no campo algumas vezes para ser atendido. No intervalo, o jogador deixou o estádio na ambulância rumo a um hospital de João Pessoa.

O segundo tempo atrasou cerca de 40 minutos já que o árbitro Douglas Magno esperou a chegada de uma nova ambulância. Quando o duelo foi reiniciado, vários jogadores do Miramar caíram, em momentos distintos, alegando que não tinham condição de jogar por causa do forte calor.

Quando o time de Cabedelo ficou apenas com seis atletas, o árbitro encerrou a partida. Na súmula, Douglas Magno relatou os episódios.

Agora, o TJDF-PB vai avaliar se denuncia o Miramar ou não. Se denunciar vai marcar uma data para o julgamento. Por enquanto, o resultado está mantido, e tanto Miramar quanto São Paulo Crystal têm um ponto no torneio. O time de Cabedelo volta a jogar pela competição nesta quarta-feira, diante do Auto Esporte, às 20h15. Já o São Paulo Crystal encara o Internacional-PB, no mesmo dia, só que às 19h30.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Anúncio
Netzonesistemas
Blogs e colunas
Banner Camila Feitosa
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio
Anúncio