Banner Inecardio
obscenos

TJDF-PB vai voltar à ativa julgando recurso do Esporte de Patos sobre rebaixamento no Paraibano

Nova cúpula do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba vai julgar recurso do Esporte Patos em sessão marcada para as 18h30 desta quarta-feira

27/08/2019 20h00Atualizado há 4 semanas
Por: Ary Ramalho
Fonte: GE/PB
57
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O primeiro processo a ser julgado pela nova cúpula do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB) já tem data para acontecer. Nesta quinta-feira, às 18h30, os auditores vão julgar o recurso do Esporte de Patos, que acabou perdendo pontos no Campeonato Paraibano deste ano pela escalação irregular do jogador Caaporã, que estava suspenso. Com isso, o CSP, rebaixado no campo, herdou a posição do Patinho, conseguindo se manter na elite do estado para 2020.

O Esporte de Patos já foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), julgamento que aconteceu no mês de abril, logo após o encerramento do Campeonato Paraibano deste ano. No entanto, como o TJDF-PB estava sob intervenção da própria instância superior na época, o recurso vai ser julgado na capital paraibana.

O tribunal estadual foi restabelecido no mês passado, após sessão do STJD na capital paraibana. Nesta quarta-feira, o relator do caso vai ser o auditor Francisco Glauberto Bezerra Júnior. A sessão acontece na sede do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba, no bairro de Tambiá, que também é a casa da Federação Paraibana de Futebol (FPF).

Entenda o caso

Tudo começou na quarta rodada da 1ª divisão do Campeonato Paraibano de 2019. A partida era Esporte de Patos x Serrano-PB, no Estádio José Cavalcanti. O Patinho vinha muito mal no estadual, havia perdido os três primeiros confrontos e chegava pressionado. A cobrança foi tanta que, ao abrir o placar para o time alvirrubro, o atacante Caaporã, em vez de comemorar, foi direto para a arquibancada cobrar a própria torcida. Com ânimos elevados, o jogador acabou xingando os torcedores e foi expulso diretamente pelo árbitro Marcelo Aparecido de Souza (assista no vídeo abaixo).

O tempo passou e, no dia 21 de março (após a nona rodada e antes da décima), Caaporã foi julgado pelo Pleno do STJD e, por decisão unânime, foi punido com duas partidas de suspensão. A primeira o atacante já havia cumprido contra o Nacional de Patos, na quinta rodada.

00:00/00:22

Por estar machucado, o atleta não jogou alguns jogos posteriores. Só que, como o julgamento só aconteceu no dia 21 de março, ele teria que cumprir suspensão a partir daí. Caaporã, portanto, tinha que ficar fora na última rodada, a décima, diante do Nacional de Patos, o que não aconteceu. Na verdade, o atacante disputou a partida, e o CSP, após ter caído de divisão, entrou com uma Notícia de Infração Disciplinar no STJD, informando o fato.

Diante disso, o STJD - que realizava intervenção no TJDF-PB - julgou o caso e, em primeira instância, condenou o Esporte de Patos a perda de três pontos, por descumprir o artigo 214 do Código Brasileira de Justiça Desportiva (CBJD), que trata sobre escalação irregular de atletas.

Pelo regulamento da competição, o pior time de cada grupo seria rebaixado. No campo, o Serrano-PB foi o clube que menos pontuou no Grupo A. Já no Grupo B, o CSP foi o lanterna da primeira fase e caiu de divisão.

Com a decisão judicial, o Esporte de Patos, até então vice-lanterna do torneio, com 10 pontos, passou a ter apenas sete, ficando com um ponto a menos que o Tigre e, portanto, sendo a pior equipe da chave, caindo, assim, para a 2ª divisão do estadual no lugar do time de João Pessoa. O Pato ainda foi multado em R$ 500.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Anúncio
Netzonesistemas
Blogs e colunas
Banner Camila Feitosa
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio
Anúncio