Banner Inecardio
Adiamento

Mais de 200 estudantes classificados no ‘Gira Mundo’ têm embarque adiado

Atraso no processo de licitação por causa dos recursos contra a empresa 2G Turismo dificultou o embarque por conta da data de início das aulas nos países

04/10/2019 18h04
Por: Ary Ramalho
Fonte: Portal Correio
13
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Os estudantes selecionados em julho no programa Gira Mundo 2019 para o Canadá, Chile, Argentina e Colômbia, que somam 230, tiveram o embarque para os países adiado. A Secretaria de Educação da Paraíba informou que o adiamento ocorreu por conta de recursos abertos pelas empresas inscritas no processo de licitação contra uma das concorrentes, que foi denunciada ao Governo de Pernambuco por calote de R$ 2 milhões à Associação de Escolas Públicas do Canadá.

Conforme a Secretaria explicou, o atraso no processo de licitação por causa dos recursos contra a empresa 2G Turismo dificultou o embarque por conta da data de início das aulas nos países. E não foi só ao país canadense e ao governo pernambucano que a empresa causou problemas.

Em 2018, a Paraíba teve que suspender o embarque dos alunos para Portugal por causa da mesma, que alegou a impossibilidade de executar o programa no país. A Educação do estado explicou que não fez e nem fará contrato com a referida empresa em 2019, e que ela apenas concorreu à licitação.

O Estado agora segue o processo contratação e todos os trâmites para embarque de todos os grupos, e divulgou as novas datas previstas para os embarques.

Novo calendário Gira Mundo

Espanha – Novembro/2019

Reino Unido – Janeiro /2020

Canadá – Fevereiro/2020

Chile – Fevereiro/2020

Colômbia – Fevereiro/2020

Argentina – Fevereiro/2020

Para os estudantes classificados para Espanha e Reino Unido, a data se mantém.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários