Banner Inecardio
contra o texto

Para Hugo Motta, Reforma da Previdência aprovada no Senado só penaliza os mais carentes

na avaliação do deputado federal paraibano Hugo Motta (MDB) não reduz privilégio, justificativa mais utilizada pelo presidente para a aprovação da matéria

28/10/2019 20h38
Por: Ary Ramalho
Fonte: PBAgora
20
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Aprovada em 2º turno no Senado Federal na última terça-feira(22), o texto da reforma da Previdência apresentado ao parlamento nacional pelo governo do presidente da República Jair Bolsonaro, na avaliação do deputado federal paraibano Hugo Motta (MDB) não reduz privilégio, justificativa mais utilizada pelo presidente para a aprovação da matéria.

Motta votou contra o texto e avaliou que os menos favorecidos serão os mais penalizados com a nova proposta. O deputado analisou que a reforma da previdência não apresenta melhorias para a população que mais necessita.

– Eu votei contra a reforma da Previdência porque não acredito que essa atenda aos anseios do nosso estado. Na minha avaliação, o texto penaliza os mais carentes, não combate verdadeiramente os privilégios. Nós estamos convicto de que nossa posição foi a mais acertada e por isso votamos contra”.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários