Banner Inecardio
ACIDENTE NA PE-320

Prefeitura aponta buraco como causa de morte de jovens de Jurú

Na tragédia, cerca de 20 jovens foram atendidos na emergência do Hospital Regional Agamenon Magalhães (Hospam), com ferimentos leves e escoriações

13/03/2020 16h12Atualizado há 4 semanas
Por: Ary Ramalho
Fonte: G1-PB
437
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O acidente que matou dois estudantes paraibanos, nessa quarta-feira (11), na PE-320, que estudavam em Serra Talhada, chocou amigos e moradores das cidades de Juru (PB) e da capital do xaxado. Na tragédia, cerca de 20 jovens foram atendidos na emergência do Hospital Regional Agamenon Magalhães (Hospam), com ferimentos leves e escoriações.

No início da tarde desta quinta-feira (120,  a prefeitura do município de Juru, no Sertão da Paraíba,  emitiu uma nota de esclarecimento sobre o acidente. De acordo com o chefe de gabinete da cidade, Marcos Alves, o ônibus que transportava estudantes para Serra Talhada, estava com a vistoria em dia e com a quantidade de passageiros dentro do limite permitido.

Segundo a prefeitura, no momento em que o acidente aconteceu, estavam sendo transportados 27 alunos e a capacidade total permitida é de 29 pessoas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os dois jovens, Andréss Gutierres e Alexandre Oliveira, morreram presos às ferragens. Mas segundo os bombeiros, o motorista teria perdido o controle da direção após passar em um buraco na estrada, o que pode ter provocado o acidente.

A tese derruba o discurso do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, que lançou um programa no final do semestre do ano passado, prometendo recuperar as estradas do Sertão do Pajeú.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.