Banner Inecardio
Relatório

Acidentes com motos continuam liderando atendimentos no Hospital de Patos

Os dados fazem parte do relatório de gestão e fazem referência ao período de 01 a 15 de março

16/03/2020 19h47
Por: Ary Ramalho
Fonte: News Comunicação
36
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Dos 156 pacientes que deram entrada na emergência do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, com registro de acidentes de trânsito, nos primeiros 15 dias de março, 135 foram de vítimas envolvendo motocicletas. Outros 14 casos foram de pessoas acidentadas com bicicletas, quatro casos de vítimas de acidentes com automóveis, dois atropelamentos e um caso envolvendo veículo de tração animal. Os dados fazem parte do relatório de gestão e fazem referência ao período de 01 a 15 de março.

Referência para urgências e emergências para a população de 89 municípios do sertão paraibano, o Complexo vem registrando, já há algum tempo, um crescente aumento de número de atendimentos de pacientes vítimas de acidentes de motos. "De fato, o crescente número de acidentes com motos vem preocupando as autoridades de saúde pública devido ao comprometimento que os acidentes podem causar nas pessoas, inclusive, na qualidade de vida delas, já que muitos ficam com sequelas graves para o resto da vida", destaca a diretora geral do Complexo, Liliane Sena, lembrando que cerca de 40 a 50% dos casos que o hospital atende requer cirurgias de pequeno e médio porte, na maior parte das vezes, por causa de traumas em tornozelos, punhos, pernas e antebraço.

Relatório de violência

Nesta primeira quinzena de março, o relatório de registro da unidade aponta ainda que deram entrada na urgência e emergência do hospital, vítimas de casos de violência, 22 pessoas, sendo 10 delas por agressão física, oito por ferimentos com arma branca e outras quatro por armas de fogo.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.