Banner Inecardio
suprir a demanda

Complexo Hospitalar de Patos faz novas compras de EPI's para o enfrentamento da pandemia de Covid-19

A unidade, que é referência para casos de Covid-19, tem, atualmente, três pacientes sob seus cuidados, em regime de isolamento, com suspeita da doença

09/04/2020 06h09Atualizado há 2 meses
Por: Ary Ramalho
Fonte: News Comunicação
60
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Atenta as atuais circunstâncias do mercado, que em tempos de pandemia pode resultar numa escassez ou mesmo dificuldade de encontrar EPI's, a direção do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, realizou nesta terça-feira (07) a compra de mais 1000 máscaras N95 e de mais dois mil aventais descartáveis e impermeáveis. A quantidade de EPI's que se encontra no hospital, inclusive de máscaras N95, é suficiente para suprir a demanda interna destes equipamentos por mais 10 dias. A unidade, que é referência para casos de Covid-19, tem, atualmente, três pacientes sob seus cuidados, em regime de isolamento, com suspeita da doença.

De acordo com a diretora geral do Complexo, Liliane Sena, a unidade já vem se preparando para atender os casos suspeitos já há algum tempo, com ações que passaram pelo treinamento de equipes, inclusive na coleta de swuab para os exames, na adoção de protocolos específicos, de mudanças de rotina, destinação de área reservada para atendimento de casos respiratórios, suspeitos ou não, com a destinação de leitos de isolamento, etc. "A preparação para o enfrentamento desta pandemia já tem algum tempo e inclui uma série de medidas e protocolos que estão em sintonia com a Secretaria de Saúde do Estado e com os órgãos envolvidos nesta questão que buscam, de forma conjunta, as melhores formas de tanto atender os pacientes, quanto resguardar a saúde dos profissionais que atuam na linha de frente desta pandemia", destaca a diretora.

Segundo Liliane, o Complexo tem EPI's suficientes para mais dez dias de atuação, prazo que deve coincidir com a entrega da nova remessa de máscaras N95 comprados pela unidade no dia de hoje. Neste aspecto, ela reitera que mesmo que as máscaras demorem mais dias para serem entregues, isso não afetará o atendimento. "Seguindo orientações das autoridades de saúde, instituímos protocolos internos para que diante da escassez de EPI's no mercado, que as máscaras N95, salvo as devidas condições da mesma, possam ser reutilizadas de acordo com os protocolos das sociedades brasileiras de várias especialidades médicas que já emitiram pareceres neste sentido", tranquiliza a diretora, lembrando que a dificuldade de compra e entrega num prazo mais curto destes produtos de uso individual não é uma problemática isolada de nenhuma unidade de saúde, mas, uma realidade mundial, devido a pandemia do Covid-19.

 Resumo dos casos suspeitos de COVID 19 no CHRDJC

Há três pacientes no Complexo aguardando resulados dos exames para o Coronavírus. Uma mulher, 55 anos, de Patos, que apresentou sintomas de tosse e dificuldade respiratória, com entrada no dia 04 de abril, que permanece internada em enfermaria de isolamento, com caso sendo investigado. Outra paciente de 16 anos, de Caatingueira, que chegou ao hospital no último dia 1º, apresentando dificuldade respiratória. A jovem está sob cuidados intensivos e por isso está internada em leito de terapia intensiva para casos de coronavírus. O terceiro paciente é do sexo masculino, tem 60 anos,e é de São José do Bomfim. Ele deu entrada com quadro de linfagite necrótica, no dia 14 de março, evoluindo com dificuldade respiratória e segue internado em leito de terapia intensiva, com estado geral que inspira cuidados. Foi coletado material para exames nos três pacientes e a unidade aguarda os resultados para confirmar ou não a suspeita de contaminação por Covid-19.