Banner Inecardio
novas verificações

Mais um detento e cinco agentes penais do Presídio de Patos testam positivo para Covid-19

Já na quarta-feira, 24 testes rápidos foram feitos e apenas um detento testou positivo

23/05/2020 09h17
Por: Ary Ramalho
Fonte: Portal 40 graus
27
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Após o registro de casos do novo coronavírus na Penitenciária Romero Nóbrega, em Patos, a Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (Seap-PB) vem intensificando as ações de sanitização e realizou mais 16 testes rápidos da Covid-19 em reeducandos do presídio, dos quais apenas um testou positivo. As novas verificações de testagem foram realizadas nesta sexta-feira (22).

Já na quarta-feira, 24 testes rápidos foram feitos e apenas um detento testou positivo.

Hoje também mais cinco agentes penais da unidade prisional testaram positivo. Eles são residentes na Paraíba e Pernambuco. Com estes, já são seis profissionais infectados pelo novo coronavírus.

Ao todo, 20 apenados já testaram positivo no Romero Nóbrega. “A unidade de Patos tornou-se o epicentro da pandemia no sistema penitenciário da Paraíba. Então, desde o primeiro caso intensificamos as ações de combate à Covid-19 e estamos sempre realizando novos testes. Hoje, somente um reeducando testou positivo. Esse resultado faz com que percebamos que as medidas adotadas pela Secretaria de Administração Penitenciária estão alcançando nosso objetivo, que é conter a propagação do vírus. Afinal, o número de casos descartados supera a quantidade de reeducandos que testaram positivo”, destaca o secretário Sérgio Fonseca.

Desde o início da pandemia, a Seap-PB de imediato criou um Plano de Contingência à Covid-19, com produção de máscaras regulamentadas pela Anvisa, fabricação de materiais de limpeza e intensificação de higienização em todas 79 unidades prisionais do Estado. “A partir do momento que houve o primeiro caso registrado foram tomadas todas as medidas de testagens e intensificamos a desinfecção de toda a unidade prisional, como celas e dependências administrativas”, diz o diretor da penitenciária de Patos, Gilberto Rio.

Até o momento, já foram realizados nos reeducandos da unidade prisional de Patos 80 testes rápidos. Dos 18 apenados que testaram positivo anteriormente, dois já receberam alta médica e os demais estão com quadro de saúde regular e em tratamento na unidade hospitalar implantada dentro da Penitenciária de Segurança Média Hitler Cantalice, em João Pessoa.