Banner Inecardio
pelas ruas

Comerciantes realizam protesto pela reabertura do mercado, em Patos

O movimento teve início às 08h nas proximidades do Centro Comercial Darcílio Wanderley, de onde os comerciantes partiram em direção ao Palácio Clóvis Sátyro. desejam se reunir

03/06/2020 12h44
Por: Ary Ramalho
Fonte: Portal 40 Graus
45
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A manhã desta quarta-feira (03) foi movimentada no Centro da cidade de Patos. Vários comerciantes realizaram um protesto pelas ruas do centro da cidade, pedindo a reabertura gradativa do comércio local.

O movimento teve início às 08h nas proximidades do Centro Comercial Darcílio Wanderley, de onde os comerciantes partiram em direção ao Palácio Clóvis Sátyro. desejam se reunir.

As falas tiveram a participação de membros de partidos em Patos, que estiveram participando do evento. apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e que defendem, assim como ele, a abertura do comércio e o fim do isolamento social.

O Centro Comercial Darcílio Wanderley estava com permissão de funcionamento até dias atrás quando o prefeito decidiu decretar o seu fechamento diante do aumento no número de casos que estava numa curva muito ascendente.

A contar do início do fechamento do comércio em meados de março, o Centro é a parte do comércio que mais tempo permaneceu aberta.

É lá também onde se recebe o maior número de populares que saem às compras todos os dias.

O protesto pela abertura vem no pior momento que vive a cidade com o aumento no número de infectados pelo novo coronavírus.

Em dois dias apenas de junho, foram registrados na Capital do Sertão 56 novos casos de coronavírus. Quando comparado com o mesmo período de maio, foram apenas 3 novos casos.

Representa um aumento de 1.766% nos dois primeiros dias de maio para junho. Isto é quase 18 vezes mais casos no mesmo período.

Se a comparação for feita com o mês de abril, fica pior ainda. Nos dias 1 e 2 daquele mês não foram registados novos casos na cidade.

Pato,s no dia 2 de maio tinha 23 casos apenas da doença, Nesta terça-feira, já eram 678 infectados pela Covid-19, 655 casos a mais.