Banner Inecardio
população católica

‘Rezar em casa é a melhor contribuição que podemos dar ao país’ diz Arcebispo da PBDom Delson

De acordo com o religioso, as celebrações das festividades juninas devem acontecer por meio de transmissões ao vivo

03/06/2020 18h28
Por: Ary Ramalho
Fonte: Yves Feitosa/Felipe Nunes
54
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O arcebispo da Arquidiocese da Paraíba, Dom Manoel Delson, em entrevista concedida ao programa de rádio Arapuan Verdade desta quarta-feira (03), afirmou que a população católica do estado deve continuar evitando aglomerações e mantendo o isolamento social como prevenção à Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus.

“A situação continua bastante crítica, devemos seguir as as determinações das autoridades sanitárias, estamos chegando, quem sabe, ao pico da pandemia e os cuidados devem ser redobrados, ficando em casa, tomando todas as providências, saindo apenas os que devem trabalhar para que as coisas na nossa sociedade funcionem”, disse.

De acordo com o religioso, as celebrações das festividades juninas devem acontecer por meio de transmissões ao vivo nas redes sociais devido à pandemia, assim como aconteceu na Quaresma, Páscoa e Pentecostes, em abril. Enquanto um início de afrouxamento só deve ser discutido a partir da metade de junho.

“Vamos fazer do mesmo jeito, ficando em casa. Quem sabe do dia 14 em diante comece as flexibilização, estamos estudando um modo de voltar gradativamente, mas ainda vamos esperar um pouco mais. Celebremos com fé, amor muita devoção em nossas casas, com nossas famílias”, contou.

O líder católico ainda apontou como os religiosos devem comemorar. “Rezando em família, que é a igreja doméstica. Quem está reunido em família com fé e amor, está reunido como igreja, então continuemos desse jeito que é a melhor contribuição que podemos dar ao nosso país, é rezar, rezar muito em família e fazer o isolamento de acordo com as normas das autoridades”.