Banner Inecardio
retorno

FPF se empolga com flexibilização do Governo e mantém otimismo na retomada do Paraibano 2020

Otamar Almeida, diretor executivo da FPF, aposta no bom diálogo dos clubes com as prefeituras de suas respectivas cidades para que haja um breve retorno aos treinamentos e à competição

14/06/2020 17h24
Por: Ary Ramalho
Fonte: GE-PB
263
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Federação Paraibana de Futebol (FPF) parece começar a sua contagem regressiva para o retorno das atividades dos clubes. A motivação provém do decreto do Governo do Estado, divulgado nessa sexta-feira, em que é autorizada a retomada dos treinos já a partir desta segunda-feira, dia 15, desde que com o aval sob total responsabilidade das respectivas prefeituras das cidades-sede dos clubes participantes da elite do futebol da Paraíba. João Pessoa, por exemplo, prevê retorno aos treino no dia 29 deste mês, enquanto que a Prefeitura de Campina Grande já planeja diálogo com os clubes locais.

O tom de otimismo partiu do diretor executivo da entidade máxima do futebol paraibano, Otamar Almeida. Com o Campeonato Paraibano parado há quase três meses, desde o dia 19 de março, o dirigente acredita que os clubes vão ter bons diálogos junto aos representantes de seus municípios para agilizar o retorno de seus treinamentos.

- Pelo plano de retomada do Governo, eu creio que cada clube vai fazer o seu entendimento com a sua prefeitura. Por enquanto, estão vetadas as praças esportivas públicas. Futuramente, tenho certeza que, com a queda da escala da Covid-19, vai ser liberada também a retomada do Campeonato Paraibano - disse.

Inicialmente, Otamar já esperava, inclusive, que os times voltassem aos treinos nesta segunda-feira, como, de fato, permite o novo decreto do Governo do Estado. Porém, pelo menos em João Pessoa e Campina Grande, por ora, não há um cenário de prontidão para que isso aconteça.

Em João Pessoa, por exemplo, o prefeito Luciano Cartaxo liberou que as atividades dos clubes profissionais sejam retomadas a partir do próximo dia 29 de junho, na segunda das quatro etapas do plano de retomada da economia na capital paraibana. No dia 13 de julho (data prevista para o início da terceira etapa), é possível que já estejam liberados os jogos, mas ainda sem a presença de público. Isso, no entanto, vai depender do cenário no combate à Covid-19 na cidade.

 

Já Campina Grande, que definiu apenas três etapas em seu plano de retomada econômica, os treinos podem ser retomados com mais prontidão. Isso porque o prefeito Romero Rodrigues planeja convocar os clubes - Campinense, Perilima e Treze - para uma reunião nesta segunda-feira. A ideia é elaborar um protocolo de segurança que contemple todos os envolvidos dessas agremiações, sem que seja posta em risco a saúde de seus funcionários.

Importante lembrar que, quando o Campeonato Paraibano foi paralisado, restavam ainda duas rodadas completas da primeira fase, além do Clássico Emoção, entre Botafogo-PB e Campinense, atrasado da rodada #8, e das fases semifinais e final. Ou seja, 17 jogos pendentes para que o estadual de 2020 seja encerrado na Paraíba.