Banner Inecardio
comemoração junina

São João é comemorado com alegria e humanização com pacientes e acompanhantes do Hospital do Bem de Patos

A ação, denominada 'Arraiá do Bem' teve café da manhã com comidas típicas ao som de xote, xaxado e baião, foi realizada no hall da unidade que integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro

26/06/2020 14h59
Por: Ary Ramalho
Fonte: News Comunicação
26
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No Hospital do Bem, de Patos, a tristeza não faz morada e o que impera é a alegria, a esperança, o amor, a empatia e, sobretudo, a humanização. E foi a partir dessa vivência cotidiana de que a rotina da unidade vai muito além dos medicamentos prescritos, das consultas realizadas, dos tratamentos e cirurgias realizadas que, no começo da manhã desta quinta-feira (25), pacientes, colaboradores e acompanhantes foram surpreendidos com uma comemoração junina, com direito até a decoração temática. A ação, denominada 'Arraiá do Bem' teve café da manhã com comidas típicas ao som de xote, xaxado e baião, foi realizada no hall da unidade que integra o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro e surpreendeu os pacientes que chegavam para consultas ou sessões de quimioterapia.

Sem abraços e nenhum contato físico, com cuidados especiais no preparo e distribuição das iguarias juninas (todas foram embaladas e separadas individualmente), mantendo o distanciamento, o evento contou com a participação da diretora geral do Complexo, Liliane Sena, que enalteceu a importância da iniciativa. "Esse é um momento de muita alegria, um momento de humanização, onde comemoramos um festejo genuinamente nordestino, que remonta às nossas raízes culturais, então puder proporcionar esse momento, mesmo de forma atípica, para nossos pacientes e seus acompanhantes é muito gratificante", disse Liliane.

 

A oncologista do Hospital do Bem, Dra. Nayarah Castro, participou do Arraiá do Bem e destacou a importância dessa ação na acolhida dos pacientes. "Essa ação foi excelente porque quebrou um pouco do clima que ronda um hospital oncológico. Foi um momento que mesmo mantendo todos os procedimentos preconizados durante esse período de pandemia e mesmo impedidos de terem um contato mais próximo, os pacientes tiveram um momento de integração com música, um café da manhã, se tornando um momento ímpar de descontração e também de comemoração de uma festa muito importante para os nordestinos, reascendendo esperança e alegria, questão cruciais para quem passa por um tratamento contra o câncer", destacou a médica.

 

A paciente Nascycleide Valéria dos Santos, de Patos, que faz tratamento no Hospital do Bem contra um câncer de mama, falou de sua alegria ao chegar na unidade na manhã desta quinta-feira e se deparar com um acolhimento tão especial. "Eu gostei demais, fui muito bem recebida. Aqui todo mundo é acolhido do mesmo jeito, não há diferença de tratamento e eu só tenho a agradecer a Deus por dispor de um hospital tão bom como esse, com profissionais tão carinhosos e competentes", disse ela. Jamilly Nunes Sousa, acompanhante da paciente Maria Moura Nunes, da cidade de Pombal, que se trata de um câncer de mama, destacou a surpresa que teve ao chegar no hospital e ser calorosamente recepcionada. "Foi bem divertido, gostei bastante, nem imaginava isso tudo. Foi animado, diferente. O Hospital do Bem não é só uma unidade que recebe pacientes para tratamento, ele acolhe de forma muito especial todos que vêm aqui", disse ela.

A coordenadora do setor de regulação do Hospital, Keyla Montenegro, participou da ação e elogiou a união de todos os colaboradores para proporcionar esse momento. "Mesmo diante do momento que estamos vivendo, nos reunimos para poder realizar o Arraiá do Bem. Tomando todos os cuidados, mantendo o distanciamento seguro, todo mundo de máscara, não deixamos de acolher nossos pacientes de maneira calorosa e não deixamos também passar em branco uma data tão significativa para todos nós", disse Keyla. A Assistente Social, Suênia Santos também participou da organização do evento e enalteceu a alegria dos pacientes. "Em meio a essa pandemia, a gente percebe que os pacientes estão muito preocupados e essa iniciativa trouxe alegria e descontração o que é muito bom para melhorar o humor e astral das pessoas", destacou Suênia.

 

A psicóloga Pryscila Guedes lembrou do simbolismo da festa junina e do quanto é importante essa comemoração. "Nossa cultura é muito calorosa, nós gostamos de nos cumprimentar com beijo e abraços e tudo isso está proibido neste momento de pandemia, de forma que uma comemoração como essa, mesmo com o distanciamento, proporcionou um momento de descontração e alegria, muito importantes para todo mundo, especialmente, para pacientes oncológicos", finalizou Pryscila.