Banner Inecardio
previsões

Chuvas em junho ficaram acima da média, na primeira quinzena de julho novas chuvas são esperadas no Semiárido da PB

Assim como previu chuvas acima da média em maio e junho e suas previsões se confirmaram, o físico Rodrigo Cézar Limeira prevê chuvas acima da média no Semiárido da Paraíba no corrente mês de julho de 2020

30/06/2020 06h58
Por: Ary Ramalho
Fonte: Ciência em Foco
73
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Confirmando a previsão realizada pelo físico, meteorologista e mestre em Meteorologia Rodrigo Cézar Limeira, junho teve chuvas acima da média na maioria das localidades do Cariri, Sertão e Altossertão da Paraíba. Em Patos de acordo com informações repassadas pelo técnico da Empaer Marconi Palmeira, choveu 54,8mm no posto pluviométrico da Embrapa, já no Palmeirão, que também é posto pluviométrico oficial, choveu 56mm, de acordo com a OMM (Organização Meteorológica Mundial), deve-se fazer a média aritmética dos dados, para se obter o índice oficial de chuvas para o município (IOC):

Dessa forma: (IOC) = (54,8 + 56)/2 = 55,4mm.

Assim, foram observados 55,4mm de chuvas em Patos no mês de junho, sendo que a média de chuvas em junho em Patos é de 24 mm na Embrapa.

Choveu portanto: 131% acima da média em junho na cidade de Patos.

Previsão do físico Rodrigo Cézar Limeira é de chuvas na primeira quinzena de julho:

De acordo com o estudioso, uma onda planetária de energia em altos níveis na atmosfera, associada ao sinal positivo para chuvas da Oscilação Maddem-Juliam deverá atingir as regiões Norte e Nordeste do Brasil na primeira quinzena de julho, e contribuir para a ocorrência de chuvas nas duas regiões, sendo assim o Cariri, Sertão e Altossertão da Paraíba serão beneficiados.

Estudioso prevê chuva acima da média em julho:

Assim como previu chuvas acima da média em maio e junho e suas previsões se confirmaram, o físico Rodrigo Cézar Limeira prevê chuvas acima da média no Semiárido da Paraíba no corrente mês de julho de 2020.

Em Patos, a média pluviométrica em julho é de 8mm na Embrapa, em julho de 2020 de acordo com o estudioso deverá chover mais de 8mm.

Tal conjuntura se deve ao fato das condições oceânicas continuarem favoráveis para chuvas, algo que vem ocorrendo em excesso no Litoral e Brejo do Estado. Com isso sobra mais umidade para o interior pontua. Já que maio, junho, julho e agosto simbolizam a quadra chuvosa do leste da Paraíba.

 

O saldo do período chuvoso de 2020 é muito positivo, já foram contabilizados 1066mm na Embrapa e 1039mm no Palmeirão. Em anos como 2010 e 2013 também choveu acima da média em junho, mas ambos foram anos de seca no Semiárido da PB. Em 2020 choveu acima da média em junho em Patos, e também ao longo de todo o período chuvoso.