Banner Inecardio
Superlotação

Empresas do Grande Recife investem em ozônio para reforçar higienização dos ônibus

O diretor de operações do Conorte, Almir Buonora, explicou que a utilização de geradores de ozônio é para reforçar ações já existentes para sanitizar os veículos

31/08/2020 19h56
Por: Ary Ramalho
Fonte: Por Cândido Nóbrega
49
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Empresas de ônibus do Grande Recife investiram em mais uma tecnologia para uma nova forma de sanitizar os veículos. Com atuação na área norte da Região Metropolitana, o Consórcio Conorte aderiu à utilização de ozônio para complementar as esterilizações dos coletivos em meio à pandemia de Covid-19.

O diretor de operações do Conorte, Almir Buonora, explicou que a utilização de geradores de ozônio é para reforçar ações já existentes para sanitizar os veículos. O processo deve acontecer diariamente, aproveitando os intervalos de motoristas e cobradores, segundo Buonora, pois ninguém pode estar dentro do coletivo no momento da sanitização.

 

De acordo com o diretor, o objetivo é realizar a operação em 100% da frota, nos 447 ônibus. "Uma parte será feita durante o dia, nos terminais integrados de Pelópidas da Silveira, PE-15, Rio Doce e Abreu e Lima. O restante será feito à noite, nas três garagens das empresas", disse.

 

Buonora apontou que a esterilização com o gás não reduz a necessidade de fazer a limpeza do ônibus com álcool e bactericidas, que continua sendo realizada. "E também não elimina a necessidade do uso da máscara e do álcool em gel", completou.

 

Superlotação

 

Ônibus lotados fazem parte da rotina de quem precisa do transporte no Grande Recife. Apesar da ampliação no funcionamento de diversos setores da economia do Estado desde o início do Plano de Convivência com a Covid-19, a frota de coletivos disponível no Grande Recife é de 70%, cerca de 1,7 mil ônibus em circulação.

 

As filas e lotações nos terminais e nos coletivos levaram o Ministério Público de Pernambuco a instaurar um procedimento para apurar o problema das aglomerações no transporte público, em junho deste ano.

 

Possíveis soluções

 

No dia 17 de agosto, o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Pernambuco, Marcelo Bruto, afirmou que a solução mais rápida para melhorar o problema da superlotação seria a ampliação das faixas exclusivas para ônibus no Grande Recife.

 

De acordo com o secretário, essa ação já vinha sendo discutida com os prefeitos da Região Metropolitana para ser implementada. A previsão é de que as faixas azuis sejam ampliadas da Avenida Agamenon Magalhães, na área Central do Recife, até os municípios de Olinda e Jaboatão dos Guararapes.

 

Dados da Covid-19 em Pernambuco

 

Foram confirmados, na quarta-feira (26), 1.120 novos casos e 35 óbitos de pessoas com a Covid-19 em Pernambuco. Com isso, o estado passou a totalizar 121.078 confirmações e 7.460 mortes de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Os dados são contabilizados desde março, início da pandemia.