Banner Cidade do Sol
assistia a votação

Sessão na Câmara de Cacimbas tem discussão e agressão física

O agressor foi identificado como José Arruda, marido da vereadora Feliciana Arruda.

21/09/2020 21h37
Por: Ary Ramalho
Fonte: Paraíba Todo Dia
39
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A sessão da Câmara Municipal de Cacimbas, no Sertão paraibano, precisou da presença da polícia para continuar. Em determinado momento da sessão, que acontecia neste domingo (20), um popular que assistia a votação levantou-se e agrediu o chefe de gabinete da Câmara, José Clênio, que acabou se chocando contra uma porta de vidro, que se quebrou.

O agressor foi identificado como José Arruda, marido da vereadora Feliciana Arruda.

De acordo com José Clênio, o suspeito tentou por diversas vezes tumultuar a sessão porque queria que o projeto relacionado a melhorias para os professores municipais fosse votado primeiro. Os vereadores, porém, precisavam aprovar a Lei de diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) antes disso.

Outro motivo seria porque a vereadora Feliciana Arruda não quis votar no início da sessão, pois afirmava não fazer parte da comissão que deveria emitir o parecer, mas o chefe de gabinete disse que ela era sim integrante da comissão. Quando ela resolveu votar, o funcionário afirmou: ”Agora já é? (parte da comissão)”. E a brincadeira teria irritado o marido da parlamentar, que partiu para a agressão.

Veja o vídeo do momento da briga:

 

 

Quando a polícia chegou, o suspeito da agressão não estava mais no local, e o funcionário agredido resolveu não prestar queixa na Delegacia.