Banner Cidade do Sol
casos

Complexo Hospitalar de Patos tem 20 pessoas internadas com Covid e sente aumento do número de casos da doença

Boletim do setor de isolamento Covid da unidade, desta segunda-feira (16), aponta que 20 pacientes estão internados no setor, dos quais 13 na UTI, precisando de cuidados intensivos, e outros sete na Enfermaria Clínica.

16/11/2020 20h54
Por: Ary Ramalho
Fonte: News Comunicação
34
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Referência para o atendimento de casos de coronavírus no sertão paraibano, o Complexo Hospitalar Regional Dep. Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), a exemplo de outros hospitais que atendem pacientes com coronavírus, já sentiu o aumento do número de casos da doença. Boletim do setor de isolamento Covid da unidade, desta segunda-feira (16), aponta que 20 pacientes estão internados no setor, dos quais 13 na UTI, precisando de cuidados intensivos, e outros sete na Enfermaria Clínica. O Complexo tem 20 leitos de UTI e 23 de Enfermaria Covid.

O diretor geral do Hospital, Francisco Guedes, afirma que nos últimos 15 dias a taxa de ocupação dos leitos Covid da unidade, principalmente de UTI,  tiveram acréscimo discreto, mas, diante das notícias sobre uma possível segunda onda da doença e da estimativa da Fio Cruz que os casos irão aumentar em algumas localidades, é preciso que a população também faça sua parte mantendo medidas restritivas e de higiene. "O uso de máscaras, evitar locais com muitas pessoas, manter as mãos sempre limpas, higienizado-as com sabão ou com álcool, são ações que não podemos abandonar nem tão cedo, principalmente, num momento em que se prenuncia uma nova onda de contágio", alerta o diretor.

 

Ainda segundo Francisco, o período eleitoral, que em algumas cidades como Patos já foi encerrado, mas que levou muita gente às ruas e até a aglomerações, os próximos quinze dias serão um norte para medir se o número de contágio aumentou ou não. "Como a doença se manifesta depois de alguns dias após o contágio e o período de observação deve ser de 14 dias, essa próxima quinzena nos dirá com  mais precisão se esse fenômeno das eleições impactará ou não no número de doentes", disse o diretor do Complexo.