Banner Cidade do Sol
evento

Secretaria da Mulher de Patos promove seminário ‘Patos diz não à Violência contra Mulher’

Para a secretária executiva da mulher, Jonalva Morais, foram dias de muito aprendizado, debates, mesas redondas que tiveram como foco a importância e o papel da mulher na sociedade.

04/12/2020 16h51
Por: Ary Ramalho
Fonte: Coordecom
32
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Patos, por meio da Secretaria Executiva de Políticas Públicas para Mulheres realizou na manhã desta sexta-feira, 04, o seminário Patos diz não à violência contra a mulher. O evento culmina o encerramento da programação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

O momento contou com a presença da bacharela em direito e serviço social, Flávia Cristina e da professora, ativista e presidente da ASPAA, Jossely Oliveira, as quais trouxeram discussões pertinentes, a exemplo dos temas: violência contra a mulher e os direitos humanos e direitos humanos das mulheres deficientes e pretas.

 

Para a secretária executiva da mulher, Jonalva Morais, foram dias de muito aprendizado, debates, mesas redondas que tiveram como foco a importância e o papel da mulher na sociedade.

 

“Vimos na necessidade de cada dia, que esta campanha deve ser uma luta permanente, uma luta constante, não só para nós patoenses, mas para as mulheres como um todo. Ouvimos em tantas falas, em tantas discussões e mesas redondas que realizamos durante a campanha, a necessidade de estarmos sempre fazendo esses momentos para que possamos ‘abrir os olhos’ das mulheres para que busquem esta luta permanente”, enfatizou Jonalva Morais.

 

A professora, ativista e presidente da ASPAA, Jossely Oliveira, ressaltou a importância de está trazendo assuntos relacionados ao combate à violência da mulher.

 

“Apesar de a mulher está tanto em evidência e com o fortalecimento do movimento feminista, o que acontece com esta ascensão é a violência contra a mulher. Existem várias instituições que fortalecem a proteção à mulher, mas infelizmente os dados ainda continuam aumentando, principalmente neste período de pandemia”, comentou.