Centro Educacional Ágape
próxima segunda

Zé Gonçalves apoia o manifesto do 8 de março: elas exigem vacina, auxílio emergencial e respeito às vidas!

O parlamentar patoense trouxe ao conhecimento de todos o documento do 8 de Março deste ano, que exige vacina, auxílio emergencial e respeito às vidas. Zé Gonçalves avaliou a situação dramática do país, em que cerca de 260 pessoas já morreram de covid -19.

05/03/2021 19h27
Por: Ary Ramalho
Fonte: Assessoria - Ver. Zé Gançalves
34
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em pronunciamento na noite dessa quinta-feira (4) na Câmara Municipal de Patos, o vereador Zé Gonçalves (PT) trouxe à discussão o manifesto de luta do dia internacional da mulher, comemorado no dia 8 de março, próxima segunda-feira.

O parlamentar patoense trouxe ao conhecimento de todos o documento do 8 de Março deste ano, que exige vacina, auxílio emergencial e respeito às vidas. Zé Gonçalves avaliou a situação dramática do país, em que cerca de 260 pessoas já morreram de covid -19.

Ele lembrou que o desemprego ultrapassa os 14 milhões de trabalhadores e a informalidade outros 30 milhões e essa situação coloca as mulheres como as principais vítimas.  

“Historicamente elas são as primeiras a perderem seus empregos, além de ter sob seus ombros as responsabilidades de cuidar de casa, dos filhos e administrar a falta de perspectivas de melhorias”, reforçou Zé Gonçalves.

O documento do 8 de Março traz uma crítica à política genocida do presidente Jair Bolsonaro que atinge em cheio as mulheres brasileiras.

Combate à Covid

Na noite dessa quinta, o vereador Zé Gonçalves teve aprovados três requerimentos. O principal deles solicita que a Prefeitura de Patos faça a adesão ao consórcio para aquisição da vacina contra Covid 19. “Não podemos ficar apenas esperando as ações do governo Federal por isso que é importante o m

Os outros dois requerimentos solicitam informação sobre todas as concessões de loteamentos de Patos e de todas as subvenções pagas pela Prefeitura. O objetivo do primeiro é saber qual a responsabilidade pela falta de infraestrutura que vem causando prejuízo aos moradores de loteamentos da cidade e, do segundo, saber se as subvenções estão sendo pagas a entidades realmente atuantes.
 

Taxis

Foi aprovado em segunda votação e irá para sanção do prefeito Nabor Wanderley o projeto que limita a concessão de um táxi para cada 200 habitantes da cidade e também dá a permissão para que os táxis da cidade possam fazer corrida para a zona rural do município.