Centro Educacional Ágape
EM MARÇO

Secretária faz avaliação das Ações de Saúde em Cacimba de Areia

De acordo com a Secretária, muitas atividades realizadas, ações de combate ao Covid-19, além da continuidade dos trabalhos voltados para atender a população na sua esfera mais necessitada nesses dias de Pandemia, a Saúde.

02/04/2021 15h08
Por: Ary Ramalho
Fonte: Ascom - Cacimba de Areia PB
23
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

A Secretária Municipal de Saúde de Cacimba de Areia-Pb, Raquel Campos, falou sobre os trabalhos da sua pasta no mês de março de 2021. De acordo com a Secretária, muitas atividades realizadas, ações de combate ao Covid-19, além da continuidade dos trabalhos voltados para atender a população na sua esfera mais necessitada nesses dias de Pandemia, a Saúde.

Confira:

Qual análise a senhora faz deste mês de março na saúde municipal?

Como em, praticamente, todos os municípios iniciamos um ano ainda com a sombra do coronavírus circulando no estado e, não obstante no nosso município. Apesar de termos uma estrutura limitada em equipamentos e suporte adequado aos casos graves de CovidD-19, temos atendimento médico de segunda a sexta feira nas duas UBS e a partir das 18hs até as 22hs, como também nos finais de semana, aos sábados e domingos, das 07hs até as 19hs. Aos casos graves de COVID-19 que por ventura chegarem à unidade de saúde, deverão ser avaliados pelo médico e, imediatamente, transferidos para a referência hospitalar, no caso do Hospital Regional de Patos. O enfrentamento à pandemia de COVID-19 exige a elaboração de planos de gerenciamento de risco em vários níveis, a partir do fortalecimento da atuação nas micro áreas dos ACS, que consideramos: a população a ser acompanhada (casos de Síndrome Gripal-SG e também outras condições de saúde); a adequada proteção dos profissionais, com condição segura à realização do seu trabalho; as mudanças organizacionais compatíveis com a realidade local de cada comunidade do município; as necessidades de apoio logístico e operacional, nos casos de viaturas e apoio da equipe das UBS e formação e educação permanente dos profissionais de saúde. Como ação de retaguarda, reimplantamos à barreira sanitária na entrada principal do município.

As ações contra a Covid-19 tem sortido efeito no município, isso é resultado de um grande esforço da sua equipe?

Buscamos, num esforço que integra todas as instâncias da administração pública, preparar a infraestrutura de saúde para atender os doentes, amenizar os prejuízos econômicos no pequeno comércio local, reorganizar a oferta de serviços readequando e priorizando os atendimentos e, ainda, regrar a convivência social para evitar os contágios – NOSSO MAIOR DESAFIO! Em março de 2020, fomos um dos primeiros municípios a elaborar o Plano de Ação e Contingência para se preparar para monitoramento, controle e assistência a possíveis casos no nosso município. Tivemos uma certa dificuldade em adquirir alguns EPIs devido a necessidade simultânea e emergencial em diversos estados e porque não dizer em diversos países, levando praticamente a um desabastecimento e a um alto custo desses insumos. Consideramos importante, inclusive que o desenvolvimento de estratégias de comunicação social que contribuam para a valorização do SUS e dos profissionais e trabalhadores que lutam cotidianamente para que este sistema funcione, de modo que a população venha a reconhecer a importância do SUS, coibindo atitudes e manifestações de hostilidade para com os profissionais. Para estes profissionais de saúde de Cacimba de Areia que estão na linha de frente do combate à pandemia, um estímulo necessário é o reconhecimento do esforço, até mesmo do sacrifício que muitos estão fazendo para continuar trabalhando, em geral visibilizadas, dedicando suas vidas aos cuidados da população cacibeirense. Saber que a família está segura, os amigos e a sociedade valorizando seu trabalho é fundamental para que eles consigam enfrentar com coragem e esperança a difícil tarefa em que estão empenhados.

O Cronograma da Vacinação é seguido de acordo com as instruções do Ministério da Saúde, o restante da população precisa fazer algum cadastro para se vacinar?

Sim, seguimos todas as orientações e protocolos do Ministério da Saúde, através do PNI – Programa Nacional de Imunização. Todas as pessoas do município que se encaixam dentro da faixa etária priorizadas e preconizadas pelo programa do MS já foram imunizadas com as duas doses, conforme o imunizante a qual foi administrado: a OxFord-Astrazeneca onde a segunda dose é com 3 meses e CoronaVac com 28 dias. Todos os estados e municípios estão aguardando posicionamento do MS para que, depois de cumprir o calendário de vacinação com os grupos prioritários, na medida que as vacinas estejam disponíveis, mais grupos serão incluídos na campanha, segundo entendimento do PNI.

Mesmo diante dessa Pandemia, os demais serviços de saúde oferecidos à população pela prefeitura continuaram?

A pandemia ainda não tem previsão para terminar. Cuidados preventivos e acompanhamentos são essenciais no intuito de se evitar que doenças que estão até então sob controle, se instabilizem, podendo se transformar em indesejáveis emergências. Quando a saúde fraqueja, não se pode adiar indefinidamente a investigação da causa da doença e o seu tratamento. Literaturas médicas já vêm alertando sobre os riscos de descontinuar tratamentos, de adiar o diagnóstico de doenças agudas ou crônicas, em especial o câncer, e sobre a gravidade de emergenciamento de cirurgias que aumentam o sofrimento dos pacientes, muitas vezes resultando em sequelas graves ou na impossibilidade de cura. Sem esquecer a sazonalidade de doenças como a Dengue, Chikungunya, Zika Vírus e tantas outras. Os ACS (Agentes comunitários de Saúde) e ACEs (Agentes de Combate às endemias) trabalham diuturnamente na vigilância e promoção da saúde do nosso município.

O município está mantendo médicos aos fins de semana e atendimentos noturnos, como a população pode desfrutar desses serviços?

Para esses atendimentos a demanda é espontânea, ou seja, não precisa de marcação ou definir grupo prioritário. Reforço que temos atendimento médico de segunda a sexta feira nas duas UBS e a partir das 18hs até as 22hs, como também nos finais de semana, aos sábados e domingos, das 07hs até as 19hs.