Centro Educacional Ágape
legítima defesa

Filho de secretário estadual é suspeito de matar assaltantes, diz Polícia Civil

Dupla suspeita de cometer roubos chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.

03/04/2021 20h30
Por: Ary Ramalho
Fonte: HORA AGORA
23
Foto - Reprodução
Foto - Reprodução

 

A Polícia Civil revelou, neste sábado, 03, que o filho do secretário de Estado da Saúde da Paraíba, Geraldo Antônio Medeiros, teria sido o responsável pelos disparos que mataram Romário Pereira da Silva e Kayky Jordan Almeida Formiga, ambos de 26 anos.

Rainier Medeiros teria atirado na dupla logo após ser vítima de uma tentativa de assalto praticado pelos dois.

Os assaltantes chegaram a ser socorridos para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas morreram logo após.

Continua depois da publicidade

O autor dos disparos deve sustentar a tese de legítima defesa. Ele se apresentou à polícia também neste sábado. Segundo o relato de Rainier, a abordagem aconteceu quando ele saía, de carro, da casa de um amigo. Ainda segundo ele, os dois estariam em uma moto e o passageiro quem apontou a arma em sua direção.

Imagens de circuito de segurança da área registraram o ocorrido e, segundo informações, devem confirmar a versão.

Após prestar depoimento, Rainier foi liberado. A Polícia Civil trata o caso, inicialmente, como legítima defesa.