Quinta, 17 de Junho de 2021
83 9-8166-7186
Geral autonomia de editar

Prefeito de Patos dialoga com profissionais de educação física e com proprietários de academias

O Procurador Geral do Município, Alexsandro Lacerda, informou que a reunião foi importante para ouvir a categoria, tendo em vista que a Prefeitura vem seguindo os decretos do estado da Paraíba, em sua integralidade.

08/06/2021 15h15 Atualizada há 1 semana
31
Por: Ary Ramalho Fonte: Coordecom
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O prefeito de Patos, Nabor Wanderley, se reuniu, na manhã desta terça-feira, dia 08 de junho, com os profissionais de educação física, proprietários de academias para discutir a formatação do próximo decreto, tendo em vista as medidas de contenção da proliferação da COVID-19.

Foi apresentada pelos profissionais a possibilidade da flexibilização das academias, mesmo diante do decreto estadual, uma vez os municípios têm a autonomia de editar o seu próprio decreto, assim como averiguar um estudo dos casos de infectados com o fechamento das academias.

O Procurador Geral do Município, Alexsandro Lacerda, informou que a reunião foi importante para ouvir a categoria, tendo em vista que a Prefeitura vem seguindo os decretos do estado da Paraíba, em sua integralidade.

“A Prefeitura vem escutando todas as categorias e tentando atender, dentro do possível, revendo, geralmente, essa problemática das ocupações dos leitos, da disseminação. Então, foi uma reunião bem proveitosa onde podemos trazer um resultado de poder avaliar com mais cuidado, de maior atenção esse segmento”, explicou o Procurador.

O compromisso da Prefeitura é de na próxima semana se reunir novamente com esses profissionais, pegar os dados, intensificar as fiscalizações nas academias relacionadas ao cumprimento das normas sanitárias, e que essas informações sejam abordadas no próximo decreto.

De acordo com Hênio Artur, o maior questionamento ocorreu com base na lei promulgada pela Câmara de Vereadores, que torna os serviços desses profissionais como essenciais, e tomando por base o município de João Pessoa, sendo que foi liberada a abertura das academias por meio de liminar do Tribunal de Justiça da Paraíba.

“Foi justamente esse questionamento que a gente veio fazer. Já que existe uma lei de essencialidade e, de certa forma, não fomos incluídos neste decreto atual. Conversamos e pontuamos para entrar em acordo para ter um contingente mínimo para nossa abertura, mas que fique aberto e as pessoas tenham acesso a esse espaço que traz saúde, além de física, principalmente nesse momento, traz a saúde mental”, disse.

Ficou acordado entre proprietários e Prefeitura de Patos um diálogo permanente para a contribuição no desenvolvimento dos decretos para que seja promovida a saúde da população patoense.

Além do prefeito, participaram da reunião o Procurador do município, Alexsandro Lacerda, o vereador e líder do governo na Câmara, Sales Júnior, e os profissionais de educação física.

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias