Banner Inecardio
atuação

Enxadrista da equipe de Patos é destaque em competição nacional e torna-se a primeira mulher-prodígio do xadrez brasileiro

fez história

11/06/2019 19h23
Por: Ary Ramalho
Fonte: Funes
21
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Sara Soares de Medeiros, natural da cidade de Várzea-PB,  aluna do 9º ano do ensino fundamental da Escola Sandoval Rubens de Figueiredo, filha de Isaac Soares de Medeiros e Girlane Geovani de Araújo, fez história no último fim de semana na cidade de Natal.

A dedicada jogadora de xadrez de apenas 14 anos teve uma atuação extraordinária no Aberto de Xadrez Potiguar, evento realizado nos dias 07, 08 e 09 de junho no Othon Suites Hotel da capital norte-riograndense, atingindo um nível de desempenho nunca antes ocorrido por uma mulher no cenário esportivo nacional da modalidade, tendo 100% de aproveitamento nas partidas disputadas. Neste torneio apenas a competidora da equipe patoense e o MF Francisco Cavalcanti, campeão do torneio internacional alcançaram tal feito..

O evento contou com a participação 72 enxadristas de 2 países (Brasil e Espanha), além de 08 estados brasileiros representados de 4 regiões do nosso território. Jogadores do Ceará, Distrito Federal, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo estiveram na disputa pelas as 2 vagas ofertadas para a semifinal do Campeonato Brasileiro Absoluto.

Vale destacar que a jovem prodígio do xadrez nacional já havia participado em Patos na sexta 07, da Etapa Regional dos Jogos Escolares, na Fundação Ernani Satyro, conquistando de forma invicta o tetracampeonato deste certame, com 6 vitórias em 6 partidas disputadas. Desta forma garantiu a vaga para a Etapa Estadual, Categoria B, onde buscará o tricampeonato e a automática seleção na Etapa Nacional dos Jogos Escolares da Juventude.

Assim sendo, a garota guerreira prodígio não pode participar das duas primeiras rodadas do certame nacional da capital potiguar, mesmo assim com duas rodadas a menos, obteve a 7ª colocação na classificação geral. Também foi a vice-campeã, o melhor jogador sub-18 e também o melhor com rating abaixo de 1800. Sara já obteve também excelente desempenho nas duas competições nacionais em nível escolar anteriormente disputadas em João Pessoa e Curitiba em 2016 e 2017, obtendo o 7º e 6º lugares respectivamente. Após o revés ocorrido na Etapa Estadual em 2018, a mesma passou a empreender um novo ritmo de estudo de forma autodidata e agora mostra sua força para o mundo.

Ressaltamos que o rating performance de Sara neste torneio chegou a 2636, superando de longe os melhores ratings performances alcançados pelos jogadores patoenses, Severino Amâncio (2044 no X Memorial Bobby Fischer, obtido em março de 2019) e Brenno Bernardo (2015 no IX Memorial Bobby Fischer, obtido em março de 2018. Com este expressivo resultado computará 103 pontos no seu rating internacional e saltará da 10° posição no ranking oficial de xadrez convencional dos jogadores de Patos para a 4° melhor classificada, superando enxadristas históricos do xadrez patoense tais como Francinaldo Rodrigues, Wérber César, Wézio Ferreira, Caio Esacarião, Frankleno França e Gutemberg Júnior. Resta para ela superar apenas os veteranos da modalidade Brenno Bernardo, Severino Amancio e Pablo Costa, os três primeiros colocados do ranking patoense constante do site www.fide.com, sítio oficial da Federação Internacional de Xadrez.

Sua irmã mais nova Yasmin Soares de Medeiros também segue os passos da supercampeã Sara e alcançou na última quinta 06, o inédito título da Etapa Regional dos Jogos Escolares da Paraíba Categoria A e também representará nossa Regional nos Jogos Escolares da Paraíba Etapa Estadual e buscará a classificação para a Etapa Nacional e também participou do Aberto de Xadrez Potiguar com resultados de grande relevância.

Salientamos que o feito de Sara é o maior feito de um enxadrista da Patos e de sua região metropolitana. É o maior feito de uma mulher no cenário enxadrístico nacional da modalidade e também traz à tona mais um prodígio da história do xadrez. Nada a dever em relação a Fischer, Mequinho, Judit Polgar e Magnus Carlsen. O xadrez mundial foi atingido por um meteoro feminino de força descomunal e aterrissou às margens de Ponta Negra. O tempo, senhor de todas as verdades, naturalmente comprovará estas últimas palavras aqui escritas pelo entusiasta da Ginástica da Inteligência.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias