Segunda, 27 de Setembro de 2021
83 9-8166-7186
Geral plantão

Hospital de Patos atendeu 196 pessoas e realizou 15 cirurgias no final de semana

Comparando os dados deste final de semana com o anterior, o hospital teve um aumento de 4% em relação aos atendimentos gerais de urgência e emergência e uma redução de 30% em relação aos acidentes de trânsito. Entre às 18h da sexta-feira até a meia noite deste domingo foram realizadas ainda 15 cirurgias.

06/09/2021 17h33
22
Por: Ary Ramalho Fonte: News Comuicação
Foto Divulgação
Foto Divulgação

O plantão do final de semana (03 a 05) na Urgência e Emergência do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) registrou o atendimento a 196 pessoas, das quais, 23 vítimas de acidentes de trânsito. Comparando os dados deste final de semana com o anterior, o hospital teve um aumento de 4% em relação aos atendimentos gerais  de urgência e emergência e uma redução de 30% em relação aos acidentes de trânsito. Entre às 18h da sexta-feira até a meia noite deste domingo foram realizadas ainda 15 cirurgias.

 O plantão de maior movimento foi o de domingo, com o atendimento de 84 pessoas, seguido do de sábado, com mais 83 atendimentos e, na sexta-feira, das 18h até a meia-noite, outras 29 pessoas deram entrada na unidade. Dos 23 pacientes vítimas de acidentes de trânsito, a maioria, ou seja, 19 deles foi de pessoas que estavam em motocicletas. Mas, houve ainda o registro de três acidentados com automóvel e um caso com bicicleta. Dos 23 acidentados, seis permaneceram internados para cuidados posteriores.

 A maior parte das vítimas de acidentes foi da cidade de Patos, com sete pessoas no total, mas o hospital atendeu pacientes das cidades de São Bento, Santa Luzia, Matureia, Cajazeiras, São José de Caiana, Condado, São Mamede, Quixaba, Brejo do Cruz, Aguiar, Conceição e Princesa Isabel.

Na Urgência e Emergência, além dos casos envolvendo os acidentados no trânsito, os demais principais motivos dos atendimentos da unidade neste final de semana foram de pacientes com queda da própria altura, dor abdominal, dificuldade de respirar, dor no peito, acidente com animais peçonhentos ou raivosos, hipertensão, vacinação, convulsão, agressão animal, queda de nível, dor na perna, desmaios/rebaixamento da consciência, edema, entorse ou torção, dor pélvica, entre outros motivos.

Dos 15 procedimentos cirúrgicos, a maior parte foi de Oncologia, com oito casos, seguido de Cirurgia Vascular, com quatro procedimentos, uma Cirurgia Geral, outra de Ortopedia e uma de BucoMaxilo.

 

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias