Sábado, 28 de Maio de 2022
83 9-8166-7186
Geral é preocupante

80% dos internados com Covid-19 em Patos não tomaram vacina ou estão com esquema incompleto

O restante, 20%, são de pessoas idosas com apenas duas doses ou de pacientes com muitas comorbidades e debilidade.

26/01/2022 19h05
Por: Ary Ramalho Fonte: Portal 40 Graus
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um dado preocupante que revela o quanto a falta de consciência pode afetar a sua saúde e a dos outros. O diretor clínico do Hospital Regional de Patos, Dr. Pedro Augusto, revelou que 80% dos pacientes internados na unidade com Covid-19 são de pessoas que não tomaram nenhuma dose de vacina ou apenas uma dose, ou seja, estão com esquema vacinal incompleto.

O restante, 20%, são de pessoas idosas com apenas duas doses ou de pacientes com muitas comorbidades e debilidade.

Pedro disse que a situação é preocupante porque revela que muitos estão brincando com a sua e a vida dos demais. “Pedimos a colaboração de todos, pois o quadro está se agravando e a Rede Pública de Saúde começa de novo a estrangular”, disse ele.

Dos 24 leitos de Covid-19 disponíveis no Hospital Regional, apenas um estava desocupado esta noite de terça-feira (25). A UTI Covid está com os cinco ocupados e apenas um desocupado na enfermaria dos 19 existentes.

Já o coordenador da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Otávio Pires de Lacerda, Anderson Sóstenes, revelou que 80% dos leitos de enfermaria estão ocupados. De 14, apenas 03 estão desocupados.

“Sabemos da seriedade da pandemia e pedimos a compreensão de todos. Primeiro tomando a vacina e completando o esquema vacinal. Não brinquem de roleta russa com a sua vida. Está provado que a vacina protege e diminui e muito as chances da doença evoluir para forma grave”, disse.

Na UPA, dos 14 de enfermaria, 11 estão ocupados. Até a noite de ontem eram 7, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde de Patos.

Anderson ainda pediu que todos evitem aglomeração e sigam os protocolos de segurança. “Não é hora de ir a festas, evitem confraternizações. Estamos entrando num estágio complicado de novo por conta do aumente de casos”, disse Sóstenes.

A variante Ômicron é a responsável pelo aumento de casos e internações embora ainda a ocupação não seja proporcional a este aumento de casos, visto que, até esta terça-feira, Patos já teve um aumento de 1.634% no número de casos de janeiro em relação a dezembro.

A média diária de casos saiu de 4,63 em dezembro para 96,44 em janeiro até esta terça-feira. O aumento já é de 1.982%.

Já foram registrados 2.411 casos em janeiro contra 139 de dezembro. Mas, o que se atesta é que a vacinação vem surtindo efeito e os casos confirmados são de leves ou moderados em sua maioria.

 

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias