Banner Inecardio
mensalmente

Médico acumula cinco cargos em prefeituras da Paraíba e Pernambuco e chega a receber mais de R$ 77 mil

É o que mostra a plataforma de transparência online 'Painéis' do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) com lotação em diversas prefeituras.

02/08/2019 15h54
Por: Ary Ramalho
Fonte: ClickPB
46
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Há quem desconfie que a onipresença existe, mas o médico Fred Martins Fabrício de Oliveira pode comprovar que existe sim, afinal ele acumula cinco trabalhos em diversas cidades da Paraíba e de Pernambuco. É o que mostra a plataforma de transparência online 'Painéis' do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB). Com o acúmulo de vínculos, o médico chega a ganhar R$ 77.175,45. Em apenas um dos locais em que consta sua contratação ele chega a receber mensalmente o valor de R$ 22 mil.

Segundo a Constituição Federal, a prática é ilegal, uma vez que a mesma prevê até dois cargos para médicos em instituições públicas, quando há compatibilidade de horários.

O profissional tem contratações nos seguintes locais: Prefeitura Municipal de Itaquitinga (Contratação por Excepcional Interesse Público, médico UG2), secretaria de Saúde do Estado (Prestação de Serviço, médico clínico), Prefeitura de Itaquitinga (Efetivo/Vitalício, médico UG2), Prefeitura Municipal de Ferreiros (Contratação por Excepcional Interesse Público, Médico Plantonista), Fundo Municipal de Saúde de Cabedelo (médico plantonista). 

Confira o registro dos acumulos: 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários